PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

“Não é ilegal servir bebida alcoólica na Câmara”, garante presidente

A polêmica envolvendo bebidas alcoólicas na Câmara de Avaré, durante uma sessão que homenageou policiais militares, dominou a palavra livre do presidente do Legislativo, Toninho da Lorsa, na noite de ontem, dia 9 de outubro.

Fotos divulgadas pela imprensa e nas redes sóciais mostram que, durante o evento, foi servida bebida alcoólica dentro do prédio do Legislativo.

O presidente do Legislativo chegou a pedir desculpas aos vereadores Sérgio Fernandes e César Augusto Morelli, que são policiais militares aposentados. “Peço desculpas a vocês dois. Tivemos este evento em 13 cidades e o único lugar que teve problema foi em Avaré”, afirmou.

“Fomos atacados, tratados como bêbados, é uma pena que isso aconteça. Pessoas vieram até à Câmara para serem homenageadas e acabaram sendo atacadas. Para atacar esta Casa, atacam estas pessoas”, desabafou o vereador pelo PSDB.

Toninho da Lorsa reconheceu que, mesmo sendo presidente do Legislativo, não sabia que seria servida bebida alcoólica, durante o evento. “Concordo que não seria o melhor local, mas o evento estava para acontecer e achei que permitir seria a melhor decisão”, disse, ressaltando ainda  que não é a primeira vez que isso acontece dentro do prédio do Legislativo, em um evento comemorativo..

Toninho garante que não existe nada de ilegal no ato de se servir bebida alcoólica dentro da Câmara. “Não existe lei que proíba isso, como também não tem nada que torne legal as pessoas beberem café e água aqui dentro”.

“Se eu tiver que responder por isso, vou responder. Fiz na melhor das intenções”, finalizou o presidente da Câmara.

O vereador Sérgio Fernandes, que também foi o autor da homenagem, afirmou estar chateado com a situação e diz ter recebido uma ligação do presidente da Associação de Cabos e Soldados pedindo desculpas pela situação.

Assim como o presidente, Sérgio Fernandes diz que também não sabia que seriam servidos cerveja e uísque dentro do Legislativo. “Fomos pegos de surpresa, mas tudo foi feito com responsabilidade. A Câmara não virou boteco”, afirmou.

Já César Morelli, coronel aposentado da Polícia Militar, disse que o “assunto é muito volátil para tanto interesse em comentar”.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

11 de dezembro, 2017

Secretário não aceita que suas opiniões sejam contrariadas

11 de dezembro, 2017

Secretário confunde função política com família

11 de dezembro, 2017

Prefeito erra muito e ainda quer ter razão

11 de dezembro, 2017

Duplicação da Raposo agora sai, diz Ricardo Madalena

09 de dezembro, 2017

Jornal salva prefeito de um vexame maior

09 de dezembro, 2017

Secretário elogia advogado preso e diz que é boa gente

09 de dezembro, 2017

Eventos do Quarto de Milha vão para Araçatuba

09 de dezembro, 2017

Prefeito direcionou verba do Centro de Convenções para Arenão

09 de dezembro, 2017

Avaré terá maior Réveillon dos últimos tempos

08 de dezembro, 2017

Secretário não deve estar em seus melhores dias

08 de dezembro, 2017

Pessoas com deficiência visitam Projeto Germinar

08 de dezembro, 2017

Curso de Padaria Artesanal abre vagas

08 de dezembro, 2017

Prefeitura de Piraju abre processo seletivo

08 de dezembro, 2017

Milton Monti perde seu puxador de votos

08 de dezembro, 2017

Moradores do Costa Azul voltam a reclamar

08 de dezembro, 2017

Costa Azul paga taxa de energia para Ceripa

07 de dezembro, 2017

Secretário sente-se ofendido ao ser comparado a Ripoli

07 de dezembro, 2017

Motorista atropela 3 em festa de formatura

07 de dezembro, 2017

Médicos da Rede Básica participaram de treinamento

07 de dezembro, 2017

Rally dos Amigos começa amanhã, dia 08

07 de dezembro, 2017

Processos demonstram uso político da emissora

07 de dezembro, 2017

Pedido de direito de resposta pode ser tentativa de intimidação

Ir para o topo