13 de novembro

 

A Secretaria de Comunicação informa que apenas faltam assinaturas para que a empresa comece a coletar o lixo hospitalar que vem incomodando muitos setores em Avaré.


Por outro lado, uma fonte de dentro da própria Prefeitura de Avaré não acredita que a coleta venha a ser feita. Segundo informações da fonte, a empresa não vai fazer a coleta porque não teria recebido alguns atrasados.


O time de Joselyr Silvestre parece não aceitar a derrota e, com isso, continua protocolando ações contra o prefeito eleito Poio Novaes.  Esta é uma reprise que ocorreu durante a campanha de Miguel Paulucci.


A vitória de Joselyr era dada como certa, mesmo com o nome do filho, mas, no meio do caminho, enquanto Jô Silvestre discutia em programa de rádio com Barcheti, Poio Novaes corria atrás dos votos. As urnas mostraram.


O petista Paulo Skromov esteve, na semana que passou, na redação do Jornal do Ogunhê para esclarecer que não pretende qualquer cargo da nova administração. O fundador do PT está se dedicando à sua vida particular.


O vereador Ripoli não poupou críticas ao escolhido para o Turismo, o turismólogo Fernando Alonso. Não poderia ser diferente, pois Alonso irá assumir a pasta que a nora de Ripoli mantém até o final do ano.


Por demais os e-mails de Itaí na caixa postal desta coluna informando que o Dr. Paschoal, de Itaí, que era muito badalado pelo vereador Ripoli, agora só recebe críticas.


A informação seria de que o vereador não teria concordado com algumas negativas do prefeito itaiense com relação a alguns supostos pedidos do vereador avareense, que por demais da conta defendeu o “prefeitão” de Itaí.


Interessante a posição de defesa do vereador e locutor Ripoli que, mesmo sendo um homem público, desconhece, em tese, o conceito de crítica, manipulando pessoas a acreditarem que alguns jornais atacam sua vida pessoal.


Alguns vereadores já perderam o gosto pelo plenário da Câmara e não estão comparecendo às sessões. Resta saber quem deverá ser os médicos que fornecerão certos atestados a esses faltosos.


Sem pauta, alguns parlamentares continuam no final deste governo a descer a lenha contra a administração do prefeito Barcheti. Pelo que se vê, criticas ao próximo também haverá. É coisa comum no mundo da política.


O crasso erro do ex-secretário de Fazenda do atual governo poderá não ficar impune. Acreditam alguns antigos políticos que é um erro que não justifica, já que em tese, lesa muitos dos contribuintes que pagaram impostos.


A cobrança de estacionamento não precisa ser levada a qualquer tipo de licitação. O pátio da igreja é administrado pela paróquia e não pelo poder público. Bom lembrar que algumas instituições sairão ganhando com isso.


Alvo de algumas críticas o sistema de parquímetro começa a ganhar a simpatia da população. Já teve parquímetro em que a pessoa depositou 0,75 centavos e recebeu 1,50 de troco. Acontece...


Mas, o sistema, para muita gente, vem para melhorar. Até alguns críticos que frequentam o Café do João (Emporium Café) chegaram a concordar que o sistema faz com que as pessoas não fiquem utilizando por horas o estacionamento.


A bem da verdade, como foi explicado, o sistema de zona azul em Avaré agora é rotativo. Você não pode ficar em um só lugar, só porque está pagando. A cada renovação, seu veículo tem que procurar uma nova vaga. Foi a explicação.

 

 

Veja Também