PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Advogado disse que vai processar jornalista

É evidente que quem aparece na primeira informação em um site de notícias, não pode ficar tranquilo e muito menos contente, quando a informação é baseada em documentos, como pede o bom jornalismo; não deixa de ser comum que o envolvido se sinta aborrecido com o jornalista que veiculou a informação.

O caso do Consultor Jurídico da Prefeitura de Avaré não pode ser levado, como pretende, para o lado de sua vida privada, pois é público um processo de quem está envolvido em negócios judiciais de repatriação de valores. O advogado Marcelo Gurjão Silveira Aith, tenta inverter uma ação de 600 mil reais em que está envolvido, como se a imprensa não tivesse o direito de trazer a público.

O advogado levantou uma tese que o caso que envolve o seu nome, ainda existindo em nossas mãos mais dois processos, alegando que não atinge sua posição de Consultor Jurídico, afirmando ainda que em nada reflete em sua posição de Consultor. É notório que o advogado é uma pessoa pública, investido em um cargo de relevância na esfera municipal, inevitavelmente foi e será sempre alvo de críticas e especulações.

Marcelo G. Aith ao ocupar um cargo público por consequência política, conforme deixou sacramentado em uma decisão o Ministro Celso de Melo citando o que escreveu o famoso jurista Enéas Costa Garcia: “É comum reconhecer que o homem público, ao optar por esse ramo de atividade, renuncia à parcela de proteção que a lei concede à honra, ficando sujeito a criticas de seus atos, ao acompanhamento e fiscalização da sua conduta publica”.

Além do mais é necessário deixar claro que o advogado, além de Consultor Jurídico Geral da Prefeitura, está sendo cotado para assumir uma Secretaria condizente com sua profissão de advogado, portanto a sua vida tem que ser ilibada e isso não lhe dá o direito de achar que a imprensa não pode trazer a público um fato de grande relevância que envolve o seu nome que, supostamente, deverá abalar a estrutura política do prefeito Jô Silvestre, já que a preocupação maior do advogado não é com o caso em que ele está envolvido com a Agroex Comércio Internacional Ltda., mas, sim, com a função de Consultor que ocupa em Avaré.

No desenrolar do assunto, depois da publicação, o advogado Marcelo G. Aith procurou o editor deste site, acompanhado do Secretário de Comunicação que, por sinal, teve um comportamento decente já que o assunto não era com ele, e mais Valdinei Muniz, este último portando-se de maneira rude, como se fosse com ele o caso, agindo como uma espécie de defensor do advogado e do prefeito, quando o caso nem citava seu nome. Um comportamento que mostra como funciona o governo de Jô Silvestre, como se pudesse intimidar um jornalista, mesmo o assunto não sendo ele. A cena mais lembrou Terencio, jagunço do Sinhozinho Malta da novela Roque Santeiro.

 

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

22 de fevereiro, 2018

Semads abre inscrições para os projetos esportivos no CSU

22 de fevereiro, 2018

Prefeitura deposita vale alimentação amanhã

22 de fevereiro, 2018

Estati pede tubulação para erosão do Jardim Europa

22 de fevereiro, 2018

Câmara e vereador se precipitaram, diz opinião pública

22 de fevereiro, 2018

Câmara virou um barril de pólvora soltando faíscas

22 de fevereiro, 2018

Câmara precisa reforçar segurança, diz cidadão

22 de fevereiro, 2018

Sindicato dos Servidores envia nota à imprensa

22 de fevereiro, 2018

Licitação da coleta de lixo é adiada para 5 de março

22 de fevereiro, 2018

Universitários do Direito Eduvale são aprovados no Exame da OAB

21 de fevereiro, 2018

Vereador “joga pra galera” tema que nem existia

21 de fevereiro, 2018

Começa amanhã pagamento do PIS para nascidos em março e abril

21 de fevereiro, 2018

Cabo Sérgio pede calçada em alça de acesso da SP-255

21 de fevereiro, 2018

Ainda estão abertas as inscrições para as aulas de atletismo adaptado

21 de fevereiro, 2018

Eleitores de 5 cidades da região precisam fazer cadastro biométrico até março

21 de fevereiro, 2018

5 ficam feridos após carro bater em placa de sinalização

21 de fevereiro, 2018

Pressão popular coloca em discussão autoridade da Mesa da Câmara

21 de fevereiro, 2018

Coletores deram show de liberdade, igualdade e fraternidade

21 de fevereiro, 2018

Matrículas de informática para deficientes visuais

20 de fevereiro, 2018

Identidade de gênero não é de competência da Câmara

Ir para o topo