Além de Joselyr, ação de embargo judicial foi protocolada por mais duas pessoas

Além de Joselyr, ação de embargo judicial foi protocolada por mais duas pessoas Fonte da Foto: Ilustrativa

O embargo judicial que revisou as penas do ex-prefeito Joselyr Silvestre também teve como embargantes a ex-secretaria de Educação Rosita Maria Correa Silvestre de Barros e a ex-chefe de Licitações, Rose Maria de Góes.

Ambas apresentaram argumentações para contestar suas penalidades impostas pelos ilícitos no processo licitatório de compra de ônibus usados para a Educação.

O relator responsável pelo processo recebeu as argumentações, mas manteve as penas de 5 anos e 10 meses de detenção, mais 22 dias-multa.

Já foi expedida comunicação para a 2ª Vara Criminal de Avaré para o devido cumprimento das penas.

Veja Também