Atitude de Ernesto na entrevista foi positiva

Atitude de Ernesto na entrevista foi positiva Fonte da Foto: reprodução

Procurando justificar o seu papel como presidente da Câmara, Barreto de Monte Neto além de se explicar no programa 60 minutos, mesmo sabendo da sensibilidade do projeto, o presidente deixou claro na entrevista o suposto erro de sua parte, ao deixar o debate se estender de maneira política justificando que o vereador tinha o seu direito de pedir vista.

Barreto voltou a reafirmar que estaria cumprindo o seu papel de presidente, narrando até que recebeu um telefonema do vereador Estati pedido que caso tivesse empate que ele fosse o Voto de Minerva dando condições de mais sete dias para que ele (Estati) pudesse avaliar melhor o projeto, esquecendo que o vereador teve mais de 20 dias para estudar o projeto e não o fez.

Por outro lado a postura de Ernesto Albuquerque como entrevistador merece um destaque positivo, pois agiu como jornalista, mas não deixou de esclarecer pontos importantes durante a sessão polêmica. Ernesto esclareceu que a maneira como o vereador Estati pediu vista é que teria ocasionado desconforto até mesmo para ele, mesmo entendendo o direito que o vereador tinha em pedir vista, argumentou Ernesto durante a entrevista a Barreto. Disse durante a entrevista que se Estati tivesse solicitado como sempre foi o pedido de vista tudo bem, mas não foi assim,  e conta que o vereador começou a dialogar com o plenário.

Para Ernesto a forma como agiu o vereador Estati é que estabeleceu total desencontro, argumentando que o conteúdo está legal mas a forma de solicitar vista é que não foi bem sucedida.  Disse que, tecnicamente, o presidente da Câmara agiu corretamente, politicamente, aí é que entra a outra história. Voltando a falar na entrevista Barreto disse que se dirigiu a Estati dizendo que não concordava com sua maneira de pedir vista. Barreto até chegou a falar que o vereador tem que ter um limite e nem mesmo se dirigir a quem está assistindo à sessão. Finalizando o entrevistado Barreto disse, ainda, que é a favor do projeto. Nessa entrevista o que valeu foi o posicionamento íntegro de Ernesto Albuquerque como jornalista, para esclarecer principalmente a maneira supostamente errada do vereador pedir vista, mas que, infelizmente, não estaria mudando a interpretação dos internautas nas redes sociais.

Veja Também