Avaré: governo municipal e suas contradições

Avaré:  governo municipal e suas contradições Fonte da Foto: arquivo

Enquanto o prefeito Mario Eduardo Pardini da cidade vizinha de Botucatu suspende o carnaval e também a festa de aniversário da cidade, por conta das chuvas que causaram devastação na cidade, utilizando esse dinheiro para consertar os estragos, aqui em Avaré vai ter carnaval, como se as frequentes enchentes não perturbassem a vida do avareense.

Mais uma das contradições do prefeito Jô Silvestre, que deixa uma forte conotação não estar preocupado com a cidade e muito menos com a população e prefere, mesmo com tudo que vem ocorrendo, gastar dinheiro com festas, enquanto a cidade literalmente se afunda.

Muito pior nessa contradição do prefeito é que, apesar das contas bloqueadas, como no caso ocorrido recentemente, quando o Instituto Avareprev bloqueou via judicial as contas da Prefeitura, o prefeito insiste em fazer festa em meio a uma situação de calamidade anunciada por várias cidades da região.

Não apenas Botucatu, mas também várias outras cidades da região que são vítimas de enchentes estão demonstrando interesse público de melhorar a sua cidade, para que não venham a passar o que passa Avaré após 40 minutos de chuvas neste verão. O que ocorre em Avaré deixa indícios de que a Prefeitura tem, teoricamente, outros interesses realizando nesse momento difícil festas com dinheiro público.

Veja Também