Avaré tem mais de 70 cachoeiras e turismo nunca explorou

Avaré tem mais de 70 cachoeiras e turismo nunca explorou Fonte da Foto: Ogunhê

Clima de praia e tranquilidade do campo. É possível mesclar esses dois elementos na Estância Turística de Avaré, onde os viajantes podem escolher entre as atividades nas margens da Represa Jurumirim, nas chácaras, fazendas, entre outros pontos turísticos.

O que os turistas, e até mesmo grande parte da população avareense desconhece, é que a cidade possui cerca de 70 cachoeiras que não são exploradas, sendo que a grande maioria ficam em propriedades particulares. Essa matéria já foi discutida pelo jornal do Ogunhê e volta agora através do jornal A Estância.

Segundo informações de ex-secretários de Turismo, destas belezas naturais, cerca de 23 seriam mais atrativas, por serem altas. A outra parte seria formada de pequenas quedas de água, mas que também poderiam ser atrativas aos visitantes.

Atualmente, somente a queda d’ água que fica localizada no Horto Florestal pode ser explorada pelos turistas e visitantes. Há outras três cachoeiras relativamente conhecidas, mas que ficam localizadas em propriedades particulares. Uma delas é Cachoeira Bela Vista, que fica na região da Pedra Preta e tem 77 metros de altura. Já a Cachoeira da Liberdade, fica em uma fazenda na região da represa de Jurumirim, conta com 67 metros de altura. E a terceira fica localizada em uma propriedade próxima ao Posto da Polícia Rodoviária e tem 13 metros de altura.

Além disso, Avaré também possui outros pontos turísticos como a Corredeira do Rio Novo, Ponte Inglesa, a Trilha do Jequitibá e a Usina do Rio Novo, que também são pouco exploradas na cidade e que não fazem parte de nenhum roteiro da Secretaria de Turismo.

Veja Também