Cachoeiras não são exploradas pelo Turismo de Avaré

Cachoeiras não são exploradas pelo Turismo de Avaré Fonte da Foto: A Comarca

É um assunto que vive na boca da população avareense, principalmente daqueles que são amantes do turismo e que afirmam fazer turismo em pequenas cidades da região de Avaré, pelo fato da inexistência de investimento na nossa cidade. A situação está ficando apenas em supostos projetos que acham relevantes, mas para o futuro, quando na verdade Avaré grita por um turismo imediato.

Diante dessa situação que nos cobram uma boa parcela da sociedade, resolvemos reproduzir uma matéria publicada, precisamente no dia 26 de junho de 2017, matéria levantada pelo Jornal A Comarca e que durante esse tempo os responsáveis não mexeram uma palha para resolver o assunto: leia abaixo a matéria publicada pelo Jornal do Ogunhê em 20 de julho de 2017.

No dia 30 de novembro de 2015, o jornal A Comarca trazia em sua edição uma matéria de grande relevância cujo texto ainda continua sendo de interesse público, principalmente para uma cidade onde o atual prefeito se mostra tão interessado no Turismo.

Em 2015, já não existia projeto da Prefeitura para estabelecer parcerias para viabilizar o acesso de turistas a novos pontos turísticos; apenas três cachoeiras podem ser acessadas pelos turistas, não se ouve falar nem mesmo da existência delas, que não são poucas.

O que os turistas e até mesmo grande parte da população avareense desconhece, contava o jornal na época, é que a cidade possui cerca de 75 cachoeiras não exploradas, sendo que a grande maioria fica em propriedades particulares e, desde que a matéria foi publicada em 2015, até hoje, a Prefeitura de Avaré não mostrou interesse em viabilizar os locais para que turistas possam usufruir.

Veja Também