Caso represa: poderá ser usado como esquema para as próximas eleições

Caso represa: poderá ser usado como esquema para as próximas eleições Fonte da Foto: Facebook

O caso do nível baixo da água da represa Jurumirim não deixa de um assunto de grande relevância por conta do prejuízo que já está trazendo não apenas para o turismo de Avaré, como para outras 10 cidades que estão envolvidas nessa questão. Trata-se de um assunto que precisa ser levado muito mais a sério pelos políticos, mas para isso é necessário obter mais entendimento sobre o caso.

Entretanto, a situação não começou a ocorrer agora sendo um problema que já vem de longa data e ocorreu por várias vezes e a população avareense sabe muito bem disso e não serão dois vereadores ou muito menos um prefeito ou mais prefeitos da região é que vão mudar de uma hora para outra o rumo da história.

O que é necessário saber é que se aqui em Avaré tem algum político ou técnico ligado ao prefeito que possa dar uma explicação plausível sobre o assunto, porque estiveram em Avaré técnicos da empresa concessionária que administra a represa e foram claros nas declarações, visto que faltou muitas perguntas a serem feitas e parece que muita gente que estava presente entendeu que as explicações não foram convincentes, sendo o foco de muitas respostas dos técnicos é a necessidade de chover e que obedecem órgãos brasileiros para o trabalho feito sobre a manutenção da represa.

É um debate de grande relevância, pois quem administra as águas da represa é uma empresa chinesa que, obviamente tem escritório no Brasil, razão da presença de representantes que estiveram em Avaré e de certa maneira deixaram muito claro que a tendência, se não chover, é baixar mais o nível. Como já foi dito que será necessária uma ação mais enérgica, mas que se sabe que essa condição não mudará em torno de pedidos de vereadores e prefeitos; a situação é mais comprometedora do que possam imaginar até mesmo os mais entendidos sobre esse assunto de energia sabem que o problema deverá continuar por muito tempo, carecendo de muitos debates ainda.

Possivelmente, e já estamos vendo alguns políticos usando dessa premissa, de tentar teoricamente enganar a população avareense como verdadeiros salvadores da pátria, quando sabemos que nada de relevante conseguiram trazer para Avaré e agora usarão essa situação da represa de Avaré como meio de trampolim político, para supostamente conseguir votos para as próximas eleições. É necessário saber que se trata de um assunto de grande repercussão e que as atitudes a serem tomadas precisam ser no sentido de assegurar a manutenção da represa, que nunca deixará de ser um polo de turismo, embora muito pouco explorado pelo atual governo.

Veja Também