PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Casos semelhantes já foram arquivados pela Justiça

Um detalhe muito interessante e que se torna muito comum em Avaré, traduzindo esses comportamentos não apenas de certos advogados que se envolvem na política, como também políticos que abominam a ação eficaz da imprensa de Avaré tentam sempre, através de processos, intimidar jornais, justo por não aceitarem a situação verídica dos fatos publicadas pela mídia.

O mesmo procedimento de suposta vingança contra esse jornal que vem sendo feita pelo advogado que Marcelo Silveira Aith, que foi sumariamente exonerado do cargo de Consultor Jurídico da Prefeitura de Avaré, também já ocorreu com outros políticos, como o caso do secretário de Saúde, Roslindo Machado, que também mostrou ser leitor assíduo deste veículo de informação, a ponto de processar este jornal em Termo Circunstanciado na Seccional de Policia, quando na época a matéria tinha sido repercutida pelo jornal virtual “O Victoriano” e pela notícia que era de grande relevância e de interesse público, o jornal do Ogunhê reproduziu, o que é uma pratica normal desde que se dê o devido crédito a quem levantou a matéria.

 

Outra curiosidade acabou ocorrendo que o secretário de Saúde não percebeu o erro, pelo fato de apenas mirar contra esse jornal, que ele não leu os demais jornais, e resolveu no seu TC apenas apontar culpabilidade no jornal do Ogunhê, fato que não teve êxito.

Outro caso em época remota, o Jornal do Ogunhê reproduziu um programa onde Rodivaldo Ripoli acusava dois políticos de terem roubado um cofre da Emapa, fato que chamou a atenção da cidade de Avaré, visto que foi descoberto que o cofre nem do local foi tirado. Na época, pelo fato do Jornal do Ogunhê ter reproduzido aquele programa de Ripoli, as partes contrarias, além de processarem o radialista Rodivaldo Ripoli, também acabaram por processar o Jornal do Ogunhê.

No acordão a Justiça reconhece não existir qualquer tipo de culpa pelo fato do jornal do Ogunhê ter reportado tudo que na época o radialista Rodivaldo afirmou, pois entendeu o Tribunal de Justiça que o jornal apenas reproduziu um fato narrado, o que não cabe qualquer tipo de punição a quem reproduz uma matéria, vindo à época apenas o radialista Rodivaldo Ripoli e a emissora que trabalhava a responder pelos seus atos.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

24 de fevereiro, 2018

Assunto polêmico volta a ser discutido na Câmara dia 5 de Março

24 de fevereiro, 2018

Câmara acaba promovendo discurso de ódio

24 de fevereiro, 2018

A mesma Câmara teve vereador transgênero

24 de fevereiro, 2018

Morelli pode ter praticado quebra de decoro

24 de fevereiro, 2018

Câmara discute quebra de decoro de vereadora

24 de fevereiro, 2018

Ripoli criticou aumento do vale-alimentação e teve que escutar

24 de fevereiro, 2018

Professores participam de oficinas de capacitação

24 de fevereiro, 2018

Professores ouvem palestra sobre relações humanizadoras

24 de fevereiro, 2018

O que fazer com os produtos sem giro?

23 de fevereiro, 2018

Processo: Jô Silvestre pode estar próximo de perder os direitos políticos

23 de fevereiro, 2018

C. César: vereador presta depoimento sobre vídeo com Zaloti

23 de fevereiro, 2018

Carnês de IPTU já estão sendo entregues

23 de fevereiro, 2018

Concurso da Ceagesp tem vagas para Avaré

23 de fevereiro, 2018

Médico é acusado de mandar “nudes” de dentro de hospital

23 de fevereiro, 2018

Reunião confirma união para permanência da ABQM na cidade

23 de fevereiro, 2018

Internautas discutiram atitude de vereador

23 de fevereiro, 2018

Botucatu poderá virar Estância Turística

23 de fevereiro, 2018

Rodovia Coronel Macedo/Itaporanga continua interditada

23 de fevereiro, 2018

TJ-DF mantém condenação de Joaquim Barbosa por insultar jornalista

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

Ir para o topo