PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Comissionado pode se beneficiar com diária de viagem, alega secretário

Em nota, a Secretaria de Comunicação garante que funcionários que não são efetivos (comissionados) podem se beneficiar de adiantamentos para viagem.

A informação, divulgada exclusivamente para tentar contestar notícias publicadas pelos jornais do Ogunhê e A Bigorna é controversa e pode se transformar em mais uma grande polêmica deste governo.

A hipótese é que possa até se configurar em um escândalo, já que a tese defendida pelo secretário de Comunicação é conflitante, já que muitos órgãos públicos e até prefeituras não se utilizam de tal prática, por entender ser a mesma ilegal e que fere princípios defendidos pelo Tribunal de Contas do Estado.

Na ótica e tese do Secretário de Comunicação, seu assessor retirou $ 3.500,00 para viagem, sendo essa prática regular e permitida

Quanto à nota da Prefeitura (que publicamos na íntegra em respeito aos leitores), não se trata de convencimento por parte da imprensa, quando no teor da matéria citamos de onde levantamos dados apurados, demonstrando que determinações por decreto não podem se sobrepor a uma lei.

Como veículo de comunicação que tem a finalidade se ater à verdade, nos respaldamos em instituições que são nossa referência, aqui no caso o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

Por outro lado, verificamos também que, de acordo com o que preconiza o Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de Avaré, já há uma falha que, possivelmente, não foi vista pelo Secretário: os cargos comissionados não fazem parte do Estatuto e as pessoas não são muito menos são efetivadas, não atendendo os requisitos necessários para se beneficiarem dos famosos adiantamentos de viagem.

 

 

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

25 de setembro, 2017

CPI contra prefeito deve acontecer hoje na Câmara

25 de setembro, 2017

Apae realiza caminhada em comemoração ao mês de inclusão da pessoa com deficiência

25 de setembro, 2017

Feira da Educação será atração na Frea

25 de setembro, 2017

Câmara tem por obrigação investigar o executivo

25 de setembro, 2017

Advogado confunde liberdade de expressão com perseguição

25 de setembro, 2017

Delegado descreve sobre criminalidade em Avaré

25 de setembro, 2017

Antiético, secretário nega fontes em matérias do Semanário

25 de setembro, 2017

Avaré: uma cidade que teima em não crescer

25 de setembro, 2017

Corte de arvores faz avareense sentir mais calor

25 de setembro, 2017

Semanário erra e grafa errado o título da campanha do Refis

23 de setembro, 2017

Jô Silvestre “Crime contra a fé pública eleitoral e falsidade ideológica”

23 de setembro, 2017

Em nota, Prefeitura suspende cobrança de taxa de lixo

23 de setembro, 2017

Taxa de lixo: mais uma vez Prefeitura volta atrás

23 de setembro, 2017

Prefeitura suspende aulas de informática no ensino municipal

23 de setembro, 2017

ACIA convoca associados na luta contra Fest Country em dezembro

23 de setembro, 2017

Rotarianos e voluntários no plantio árvores

22 de setembro, 2017

Secretário usa emissora para defender governo

22 de setembro, 2017

Rádio vira extensão da Secretaria de Comunicação

22 de setembro, 2017

Investigação sobre sublocação de som faz parte da política

22 de setembro, 2017

Continuam pagamentos ilegais na Educação Municipal de Avaré

22 de setembro, 2017

Rejeitada mais uma denúncia sobre pintura de postes

22 de setembro, 2017

Aumento do Vale Alimentação será analisado pela Câmara

Ir para o topo