PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Companheiros abandonam advogado à própria sorte

Nem bem o Gaeco pôs os pés na Prefeitura de Avaré para eventuais averiguações e se existiam documentos pertencentes ao advogado Marcelo Aith, o grupo de Jô silvestre se antecipou em defenestrar o agora ex-companheiro, abandonando-o à própria sorte. Curiosamente, o secretário de Comunicação que é bacharel em direito deveria saber que, antes de uma exoneração, haveria necessidade da confirmação de um suposto crime por parte do advogado; agora dizer que o exoneraram para que ele possa se defender com mais tranquilidade, isso tem outro nome: defenestração sumária.

A atitude merece muita atenção, pois, até ontem, o advogado Marcelo Gurjão Silveira Aith era aclamado pelo escalão do Prefeito Jô Silvestre como a referência jurídica da cidade, inclusive sendo recebido com honras de grande operador do direito em programa de rádio do secretário de Comunicação, com quem mantinha estreito relacionamento. Segundo fontes, o surgimento do advogado em Avaré teria sido, em tese, uma indicação do deputado Campos Machado.

Interessante que o secretário de Comunicação defendia com unhas e dentes a criação de uma Secretaria para Negócios Jurídicos para o advogado Marcelo Aith que ontem, dia 5 de novembro, foi um dos alvos de uma operação policial que movimentou a região e observamos que o interesse sobre o advogado, de repente, desapareceu.

Afinal de contas, por que não investigaram sua vida profissional, não sabiam que ele tinha alguns envolvimentos sérios? Sinal de que não procuraram fazer um inventário moral da vida profissional do advogado para, posteriormente, contratá-lo.

Por outro lado, se não fosse este jornal que levantou com exclusividade o caso da nova secretaria a ser criada, além de mostrar quem era, realmente, o advogado em questão e se não fosse o comportamento ilibado da Câmara de Vereadores, mais esse descalabro do governo teria se tornado realidade, ampliando o vexame para atual administração e para a cidade, podendo colocar numa secretaria uma pessoa suspeita de fazer parte de uma quadrilha que extorquia empresários.

Deixando um pouco de lado a vida profissional do advogado, os fiéis escudeiros do prefeito amargaram mais uma derrota, tendo que assistir a uma situação que resvala muito na credibilidade daqueles que tanto defendiam esse advogado que foi defenestrado da posição de Consultor Geral da Prefeitura, “calando a boca” daqueles que sempre desdenharam da Justiça e da imprensa de Avaré.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

11 de dezembro, 2017

Secretário não aceita que suas opiniões sejam contrariadas

11 de dezembro, 2017

Secretário confunde função política com família

11 de dezembro, 2017

Prefeito erra muito e ainda quer ter razão

11 de dezembro, 2017

Duplicação da Raposo agora sai, diz Ricardo Madalena

09 de dezembro, 2017

Jornal salva prefeito de um vexame maior

09 de dezembro, 2017

Secretário elogia advogado preso e diz que é boa gente

09 de dezembro, 2017

Eventos do Quarto de Milha vão para Araçatuba

09 de dezembro, 2017

Prefeito direcionou verba do Centro de Convenções para Arenão

09 de dezembro, 2017

Avaré terá maior Réveillon dos últimos tempos

08 de dezembro, 2017

Secretário não deve estar em seus melhores dias

08 de dezembro, 2017

Pessoas com deficiência visitam Projeto Germinar

08 de dezembro, 2017

Curso de Padaria Artesanal abre vagas

08 de dezembro, 2017

Prefeitura de Piraju abre processo seletivo

08 de dezembro, 2017

Milton Monti perde seu puxador de votos

08 de dezembro, 2017

Moradores do Costa Azul voltam a reclamar

08 de dezembro, 2017

Costa Azul paga taxa de energia para Ceripa

07 de dezembro, 2017

Secretário sente-se ofendido ao ser comparado a Ripoli

07 de dezembro, 2017

Motorista atropela 3 em festa de formatura

07 de dezembro, 2017

Médicos da Rede Básica participaram de treinamento

07 de dezembro, 2017

Rally dos Amigos começa amanhã, dia 08

07 de dezembro, 2017

Processos demonstram uso político da emissora

07 de dezembro, 2017

Pedido de direito de resposta pode ser tentativa de intimidação

Ir para o topo