PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Consultor é preso, acusado de fazer parte de um esquema milionário na região de Rio Claro

O que a cúpula do prefeito Jô Silvestre que tanto defendia o advogado Marcelo Silveira Aith não sabia é que ele vinha fazendo parte de um esquema milionário com mais pessoas em um modelo de crime em que, de acordo com o Ministério Público (MP), forjavam mandados de prisão e até mesmo notícias inverídicas envolvendo operações do próprio Gaeco contra empresários da região Rio Claro.

De acordo com informações publicadas pelo Portal do G1, foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva contra advogados, empresários e executivos, três mandados de condução coercitiva, sendo dois contra agentes públicos e 11 de busca e apreensão, segundo o MP. A operação, nomeada de Fumaça, ocorreu nas cidades de Rio Claro (SP), Piracicaba, Itu (SP), Piraju (SP), Avaré (SP) e São Paulo.

Um dos mandados de prisão foi cumprido em Piracicaba e houve uma condução coercitiva em Rio Claro. De acordo com o MP, a organização identificava empresários que eram investigados criminalmente e prometia intervir na Justiça para resolver as pendências.

“O grupo prometia que iria interceder junto a autoridades públicas do sistema de Justiça penal para resolver as pendências criminais de suas vítimas e forjava mandados de prisão e notícias sobre operações do Gaeco contra suas vítimas prometendo que as ordens de prisão e operações seriam suspensas caso os valores exigidos fossem pagos”, informou, por nota, o MP ao Portal do G1.

Os envolvidos são investigados por extorsão, corrupção passiva e concussão. A operação teve o apoio da Polícia Militar, da Corregedoria da Polícia Civil e da Receita Federal.

MP informou que a investigação é sigilosa, o que impede a divulgação de outras informações.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

22 de fevereiro, 2018

Semads abre inscrições para os projetos esportivos no CSU

22 de fevereiro, 2018

Prefeitura deposita vale alimentação amanhã

22 de fevereiro, 2018

Estati pede tubulação para erosão do Jardim Europa

22 de fevereiro, 2018

Câmara e vereador se precipitaram, diz opinião pública

22 de fevereiro, 2018

Câmara virou um barril de pólvora soltando faíscas

22 de fevereiro, 2018

Câmara precisa reforçar segurança, diz cidadão

22 de fevereiro, 2018

Sindicato dos Servidores envia nota à imprensa

22 de fevereiro, 2018

Licitação da coleta de lixo é adiada para 5 de março

22 de fevereiro, 2018

Universitários do Direito Eduvale são aprovados no Exame da OAB

21 de fevereiro, 2018

Vereador “joga pra galera” tema que nem existia

21 de fevereiro, 2018

Começa amanhã pagamento do PIS para nascidos em março e abril

21 de fevereiro, 2018

Cabo Sérgio pede calçada em alça de acesso da SP-255

21 de fevereiro, 2018

Ainda estão abertas as inscrições para as aulas de atletismo adaptado

21 de fevereiro, 2018

Eleitores de 5 cidades da região precisam fazer cadastro biométrico até março

21 de fevereiro, 2018

5 ficam feridos após carro bater em placa de sinalização

21 de fevereiro, 2018

Pressão popular coloca em discussão autoridade da Mesa da Câmara

21 de fevereiro, 2018

Coletores deram show de liberdade, igualdade e fraternidade

21 de fevereiro, 2018

Matrículas de informática para deficientes visuais

20 de fevereiro, 2018

Identidade de gênero não é de competência da Câmara

Ir para o topo