CPFL registra 46 ocorrências colisões contra postes em Avaré

CPFL registra 46 ocorrências colisões contra postes em Avaré Fonte da Foto: ilustrativa

No mês em que se celebra a campanha de segurança no trânsito Maio Amarelo, levantamento realizado pela CPFL Santa Cruz, distribuidora da CPFL Energia que atende 451,7 mil consumidores em 45 municípios em São Paulo, Minas Gerais e Paraná, mostra que foram registradas 76 ocorrências de falta de energia na região de Piraju, em 2018, em função de colisões contra postes da rede elétrica.

O número representa alta de 100% em relação aos 38 casos de interrupção do fornecimento pelo mesmo fator em 2017.

De acordo com o levantamento realizado no âmbito da campanha de segurança Guardião da Vida, Avaré lidera o ranking de acidentes com postes, totalizando 46 ocorrências em 2018, aumento de 78% frente a 2017.

Em segundo lugar vem Piraju, com 15 casos e crescimento de 275%, seguido por Cerqueira César, com 10 ocorrências, alta de 25%.

Em média, cada ocorrência na região de Piraju interrompe o fornecimento de energia para 84 clientes, com o tempo médio de restabelecimento de cinco horas. O tempo de retomada do serviço se explica pelo fato de que as colisões contra os postes exigem, muitas vezes, que a CPFL Santa Cruz reconstrua a rede elétrica no local, com substituição do poste atingido, conforme a dimensão do dano. Dependendo da gravidade do acidente, as equipes de campo também precisam aguardar a realização dos trabalhos da perícia policial.

No acumulado de 2019 (de janeiro a abril), os municípios da região somaram 27 registros de acidentes com postes. Avaré lidera a lista das cidades com mais acidentes de trânsito envolvendo postes da companhia com 16 ocorrências, seguida por Piraju, Cerqueira César e Bernardino de Campos.

O ranking das 10 cidades com o maior número de acidentes contra postes entre os 306 municípios atendidos pelo Grupo CPFL no Estado de São Paulo é liderado por Campinas, a maior da área de concessão do Grupo. Com 1,18 milhão de habitantes, o município teve 1.155 casos de falta de energia por conta de colisão contra postes.

Veja Também