Crise na Prefeitura começa a assustar população

Crise na Prefeitura começa a assustar população Fonte da Foto: Divulgação

A crise na Prefeitura já é de conhecimento público e aumenta o medo de como poderá terminar essa administração que não mudou em nada e segue o  ritmo do pai, achando que com festas poderá segurar os seus eleitores, principalmente aqueles servidores cujas horas extras e gratificações cortou e que dão o sangue para manter a cidade limpa.

O que impressiona a sociedade é que o prefeito Jô Silvestre mostra a mesma atitude do pai, que é usar pessoas sem qualquer nível de conhecimento político para serem mediadores de certos conflitos.

Isso sem colocar na balança a desinformação que, muitas vezes, existe entre eles, parecendo que não se reúnem para discutir assuntos relevantes.

Não há como negar que exista crise, pois foi anunciada pelo próprio prefeito Jô Silvestre que assumiu com promessas de reconstrução e nem mesmo consegue inaugurar os quiosques da Praça Romeu Bretas, ali na Concha Acústica, quando se tem conhecimento que a obra já teria sido finalizada, como apontou um vereador em plena sessão, chegando a cobrar o prefeito.  Quem vem cobrando, agora, é a sociedade avareense que não suporta tamanho absurdo. Daqui a pouco o que está pronto, estará deteriorado, sem inauguração e sem uso adequado, argumentam as pessoas.

Veja Também