PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Detran lança campanha que estimula “sorrisão” na CNH

A repercussão da história contada nas redes sociais pelo fotógrafo Filipe Borges sobre a sua saga para ter o direito de sorrir na foto de sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Minas Gerais chamou atenção do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), que iniciou nesta semana a campanha “Vai ter Sorrisão”.

Com a hashtah #CNHLacradora, em alusão à expressão utilizada nas redes sociais para elogiar atitudes positivas, a campanha do Detran de São Paulo começou com posts nas redes sociais do órgão, e vai se estender às unidades de atendimento, que vão receber, nos próximos dias, cartazes para informar a população sobre o "sorrisão".  

“A regra não é nova no Detran de São Paulo, mas nós vimos a dimensão que o tema tomou nas redes sociais e a quantidade de gente que desconhecia essa possibilidade. Como levar informação ao cidadão vem sendo um esforço constante do departamento, aproveitamos a oportunidade para reforçar as regras do que é permitido ou não para a foto da CNH”, afirma o diretor-presidente do Detran.SP, Maxwell Vieira.   

Por mês, o órgão paulista emite cerca de meio milhão de CNHs em todo o Estado. A foto é tirada na hora, na própria unidade de atendimento. Por isso, quando for renovar ou dar início ao cadastro para a 1ª habilitação, vale caprichar no visual pra não ter que lamentar pelos próximos anos toda vez que você olhar o documento.

Outros itens permitidos

Respeitando os direitos e garantias fundamentais do cidadão, o Detran paulista permite a utilização de uma série de acessórios, como turbantes, gorros, bonés com a aba para trás, lenços ou “hijab”, hábito religioso, bindi (maquiagem indiana) e óculos de grau (desde que com lentes antirreflexo).

Apenas os itens que prejudicam a identificação, cobrindo ou fazendo sombra no rosto, não são permitidos, como boné com a aba voltada para a frente, óculos escuros e os véus islâmicos “niqab” e “burka”.

Da assessoria do Detran-SP.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

25 de setembro, 2017

CPI contra prefeito deve acontecer hoje na Câmara

25 de setembro, 2017

Apae realiza caminhada em comemoração ao mês de inclusão da pessoa com deficiência

25 de setembro, 2017

Feira da Educação será atração na Frea

25 de setembro, 2017

Câmara tem por obrigação investigar o executivo

25 de setembro, 2017

Advogado confunde liberdade de expressão com perseguição

25 de setembro, 2017

Delegado descreve sobre criminalidade em Avaré

25 de setembro, 2017

Antiético, secretário nega fontes em matérias do Semanário

25 de setembro, 2017

Avaré: uma cidade que teima em não crescer

25 de setembro, 2017

Corte de arvores faz avareense sentir mais calor

25 de setembro, 2017

Semanário erra e grafa errado o título da campanha do Refis

23 de setembro, 2017

Jô Silvestre “Crime contra a fé pública eleitoral e falsidade ideológica”

23 de setembro, 2017

Em nota, Prefeitura suspende cobrança de taxa de lixo

23 de setembro, 2017

Taxa de lixo: mais uma vez Prefeitura volta atrás

23 de setembro, 2017

Prefeitura suspende aulas de informática no ensino municipal

23 de setembro, 2017

ACIA convoca associados na luta contra Fest Country em dezembro

23 de setembro, 2017

Rotarianos e voluntários no plantio árvores

22 de setembro, 2017

Secretário usa emissora para defender governo

22 de setembro, 2017

Rádio vira extensão da Secretaria de Comunicação

22 de setembro, 2017

Investigação sobre sublocação de som faz parte da política

22 de setembro, 2017

Continuam pagamentos ilegais na Educação Municipal de Avaré

22 de setembro, 2017

Rejeitada mais uma denúncia sobre pintura de postes

22 de setembro, 2017

Aumento do Vale Alimentação será analisado pela Câmara

Ir para o topo