Distrito Industrial: o símbolo do fracasso no apoio a geração de emprego

Distrito Industrial: o símbolo do fracasso no apoio a geração de emprego Fonte da Foto: divulgação

A recente declaração da secretária da Industria e Comercio, Sandra Theodoro, jogando para o público que tem dezenas de empresas desejando se estabelecer em Avaré soou como uma demonstração pública da desorganização do Governo, que não consegue enxergar seu papel na promoção de políticas públicas para geração de emprego e renda na cidade.

A secretária sequer apresentou estatísticas e informações sobre as empresas, de quais áreas são, quantos emprego querem gerar, apenas afirmando que 90 empresas já estariam na fila para implantar uma empresa no Distrito Industrial.

Qualquer prefeito comprometido com o crescimento da cidade faria de tudo para encontrar uma solução rápida para não perder essa oportunidade que, segunda a secretária Sandra, está se perdendo.

É uma situação que deixa claro que não estaria existindo qualquer interesse imediato para resolver um problema mais que sério dessa natureza e enquanto isso Avaré começa dar marcha- ré se estagnando num progresso acrescentado por informações que não corresponde a verdade, embora alguns iludidos com certas declarações de vereadores da base do prefeito na Câmara chegam a acreditar.

Com foco quase que exclusivo na realização de uma festa popular milionária, com duração de uma semana, custeada pelos cofres municipais, o Governo do prefeito Jô Silvestre comunica à população que não sabe fazer outra coisa senão oferecer ao povo diversão passageira, enquanto que na mesa de muitas famílias avareenses falta alimentos e muitos pais estão vivendo a angustia de ver seus filhos desempregados e partindo para outros municípios.

O problema é muito sério e muitos avareenses começam a observar com um lupa a ausência de incentivo às empresas que querem se instalar em Avaré e, ao contrário do que disse a Secretária Sandra, não é só um pedaço de terra que vai atrair empresas, mas também uma legislação fiscal que isente de tributos quem investir na geração de empregos. Avaré está se afastando cada vez mais  do progresso.

Veja Também