Divida Ativa: prefeito pede providências depois vai à Justiça travar pedido

Divida Ativa: prefeito pede providências depois vai à Justiça travar pedido Fonte da Foto: divulgação

Na sessão de segunda feira, dia 15, a vereadora Marialva Biazon fez questão de trazer a público a suposta jogada do prefeito Jô Silvestre, que em tese, tentou passar para a Câmara a responsabilidade do parlamento para investigar o caso da Divida Ativa, mas depois em seguida impetrou uma liminar na Justiça para que a Comissão Processante fosse paralisada, condição que foi aceita pelo Poder Judiciário de Avaré.

Em uma explicação muito simples a vereadora Marialva traduziu, até mesmo para os leigos, qual seria, em tese, a tentativa de manipulação do prefeito, que usando da Câmara pensou que, com toda a prerrogativa, haveria apenas uma simples investigação, mas esqueceu o prefeito, como disse Marialva, que para uma investigação dessa envergadura seria necessário a abertura de Uma Comissão Parlamentar. 

Mas não foi necessário a vereador explicar, pois a sociedade já de inicio não estava entendendo esse comportamento do prefeito Jô Silvestre que chegou ao ponto de pedir providencias por parte da Câmara e ao mesmo tempo, observando algumas falhas que teoricamente teria que resolver dentro da Prefeitura, impetrou então um pedido de liminar para paralisar o trabalho da Câmara.

Veja Também