Em 32 meses, prefeito pagou servidor em dia somente uma vez

Em 32 meses, prefeito pagou servidor em dia somente uma vez Fonte da Foto: Ilustrativa

Até parece não ser tão interessante, mas o que foi levantado na Câmara pelo vereador Toninho da Lorsa, se trata de um fato muito sério e as pessoas não estavam contabilizando essa tremenda falha do prefeito: - em 32 meses de administração, somente um mês Jô Silvestre conseguiu pagar em dia.

Seria bom trazer à tona e este jornal estava presente na posse do prefeito Jô Silvestre, na Câmara, quando discursava que uma de suas prioridades seria o servidor público, aquele que ele continua pagando em atraso e  fazendo o pagamento depois da data especial do Dia dos Pais. Toninho voltou a lembrar o que havia dito na sessão anterior, “só pensa na Arena Pantanal e só pensa nessa porcaria dessa festa”.

O vereador fez questão de falar sobre a área de 68 alqueires e do novo distrito industrial que os companheiros do prefeito enchem a boca para falar. E Toninho destaca que o distrito industrial, que já existe, está falido. Lembrou que tem dois barracões já nas mãos da Prefeitura e questionou por que não colocam empresas para ajudar a gerar emprego para a cidade.

O vereador voltou a falar sobre o comércio que foi afetado pela falta de dinheiro com o atraso do pagamento, não sabendo o prefeito que acaba envolvendo tudo porque é necessário dinheiro para girar o comércio. Disse que falta para o prefeito Jô Silvestre maturidade para encarar esse problema de frente e não consegue entender por que os que apoiam o prefeito não dão um alerta a ele.

O momento que mais chamou a atenção da população, que estava ouvindo ou estava presente à sessão, foi quando Toninho da Lorsa foi enfático ao perguntar ao prefeito (cujo pai o ex-prefeito Joselyr Silvestre, hoje respondendo a vários processos e que tinha a Câmara do lado dele, com poucos vereadores de oposição). “Pergunto, seu pai está respondendo a vários processos, algum vereador que apoiou os projetos dele, naquela época, está respondendo a algum processo?”.

E alertou que, quando o prefeito Jô Silvestre estiver respondendo a processos, esses que colocam ônibus onde não tem que colocar, gastam dinheiro público onde não pode ser gasto, com 130 apontamentos no Tribunal de Contas, vai acontecer o mesmo.  Já com esses vereadores, disse Toninho, com eles não vai acontecer nada, finalizando assim a sua palavra livre.

Veja Também