Empresa compra por 300 mil direito de explorar Emapa

Empresa compra por 300 mil direito de explorar Emapa Fonte da Foto: Divulgação

Já está quase tudo pronto para a próxima Emapa que está marcada para ser realizada no Parque de Exposições entre os dias 29 de novembro a 8 de Dezembro, com apresentação de um grupo de artistas contratados a preço de ouro.

De acordo com a concorrência pública 11/19, publicada no Semanário, a empresa contratada pelo prefeito Jô Silvestre seria a mesma que comprou a festa do ano passado, a empresa Sâmor Promoções Artísticas Ltda EPP, que pagará agora apenas 300 mil reais ficando responsável pela estrutura, equipamentos de som, mão de obra para a concessão da exploração do evento.

O que começa a causar estranheza é que a empresa será responsável, deixando extrema dúvida, quando é de conhecimento público que as contratações de artistas já estão sendo agendadas pelo prefeito Jô Silvestre e sua equipe.

Por outro lado, o curioso nessa concessão é que não há indícios da empresa Sâmor ser a responsável pelo pagamento dos shows que ocorrerão na festa de Jô Silvestre, pelo menos não existe essa informação. E tudo indica e já está sendo questionado, que possivelmente mais uma vez o prefeito Jô Silvestre, em tese, estaria utilizando de dinheiro público para o pagamento dos artistas.

O mais interessante é que recentemente se falava em torno de 1 milhão de reais para a venda da área de alimentação e acabou saindo por 300 mil, o que para entendidos da arte não daria nem mesmo para custear um terço da área de alimentação. É a matemática mais difícil de entender em Avaré, porque ninguém sabe se deu lucro ou prejuízo, o fato é que a festa acontece.

Veja Também