Lorsa
Gilberto Empreendimentos
São Pastel
Arpoli
Maré
Alecrim

Internauta reclama da coleta de lixo

Internauta reclama da coleta de lixo Fonte da Foto: Face

A forma como os coletores de lixo de Avaré trabalham continua sendo alvo de críticas por parte da população. Muitos moradores reclamam do modo como os lixeiros juntam sacolas nas esquinas. A prática, no entanto, é antiga.

Recentemente, uma internauta usou as redes sociais para reclamar do velho problema. “Gostaria que alguém me explicasse o porquê de termos lixeira e separarmos todo o lixo, se o coletor passa tirando de sua lixeira e jogando tudo na porta de sua casa, por favor alguém me explica, devo ser muito burra ou ignorante para não entender”, escreveu M.G., em um grupo de discussão no Facebook.

M.G. também postou fotos das sacolas de lixo jogadas em sua rua, mais precisamente em frente a sua casa.

Ela pede que o responsável pela coleta de lixo saia do “conforto de sua casa” e ande em Avaré “para ver o nojo que a cidade fica com tanto lixo jogado nas ruas”. “Não adianta pedir para o povo ter a conscientização, a regra vale para os dois lados, saco cheio dessa nojeira em minha porta”, desabafou.

Muitos internautas endossaram a reclamação de M.G., dizendo que falta liderança para os responsáveis. “O prefeito paga um horror de gratificação e horas extras e esses caras fazem o que querem”, escreveu M.C.

“Cidade abandonada, suja, esburacada, lixo e mato para todo lado. Um caos!”, afirmou outro internauta.

Para L.B., “Avaré vive uma época horrorosa”. “Estamos na mão de pessoas sem educação, é muito baixo nível. Sem nenhum conhecimento. Temos que tomar providências. Onde anda toda essa turma da Câmara? O que fazem?”, questionou.

Outra moradora de Avaré, M.A.M., revelou passar pelo mesmo problema que M.G. “Briguei por inúmeras vezes. Na esquina que minha mãe mora até gato morto tinha no lixo!”, revela.

M.A.M. afirma que precisou tomar uma atitude, para que os coletores parassem de juntar lixo na esquina da casa de sua mãe. “Joguei tudo da calçada, onde o próprio funcionário da prefeitura colocou e joguei bem no meio da rua, fiquei esperando até que o caminhão chegasse para recolher. Aí nem conto o pau que foi. Agora os coletores não fazem mais isso na frente de casa”, revelou.

Veja Também