Jô Silvestre quer o poder de novo a qualquer preço

Jô Silvestre quer o poder de novo a qualquer preço Fonte da Foto: internet

É bem possível que as próximas eleições estejam tirando o sono do prefeito Jô Silvestre, já que está claro que ele quer se manter no poder supostamente a qualquer custo, mesmo que para isso faça um a miscelânea de partidos com suposto interesse de enganar a população.

O tempo nos revela que, para a família Silvestre, não importam pessoas ou partidos, o que vale são aqueles que se curvam aos seus mandos lembrando os velhos tempos da chibata dos coronéis. E Avaré, teoricamente, passou a viver esse modelo, basta ver o número de servidores públicos que a Prefeitura tem, o que dá a impressão que tem mais caciques do que índios.

O que nos leva a querer entender agora é por que um prefeito que trabalhou para o candidato a governador Marcio França, de quem conseguiu verbas felpudas suficientes até para pavimentar o que já estava pavimentado, o centro de Avaré, e verbas para outras obras até mal feitas e, de repente, se vê os Silvestre agora se aproximando do MDB e do PSDB?

Não há dúvida de que se trata de articulação do pai Joselyr Silvestre, pois nas considerações de políticos antigos da cidade, Jô Silvestre não teria essa capacidade, pois já havia declarado em uma emissora de rádio que não iria colocar secretário de Comunicação, alegando não ter necessidade e, no entanto, leva para lá Carla Flores.

Quanto à nomeação de Pedro Paulo Botafogo que não é filiado ao PSDB, mas é esposo da vice-presidente do partido tucano e que coordenou a campanha de João Dória em Avaré, deixa muitos políticos confusos, já que mostra que, agora, para se aproximar do partido tucano tenta reverter a política em Avaré. Isso não será fácil, pois, num futuro próximo, essa suposta jogada política de Jô Silvestre ou de seu pai possam cair por terra, quando vier à tona o tom de críticas usado contra João Dória – quando foi candidato - por um radialista de Avaré.

Veja Também