PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Juristas desaconselham tal prática a comissionados

Diversos advogados que entendem do assunto consultados pelo Jornal do Ogunhê afirmaram que a prática de retirada de diária de viagem por cargos comissionados não pode ser comum, porque fere determinações e normas estabelecidas pelo Tribunal de Contas do Estado.

Para eles, a existência de um decreto da Prefeitura não tem força para se sobrepor a uma lei. Várias prefeituras ouvidas pelo jornal também reafirmaram que apenas podem fazer adiantamento a servidores efetivos e estatutários, sendo vedado a funcionários comissionados.

Lembrando que o Poder Legislativo não usa da mesma prática que ocorreu na Prefeitura, como citou o Secretário em sua nota. É um flagrante equívoco do secretário de Jô Silvestre, pois, na Câmara, quem levanta o adiantamento para viagens é o motorista, o qual detém cargo efetivo e estatutário, conforme aponta o Tribunal de Contas.

Outro detalhe, é sobre os valores. Segundo divulgamos, dois cargos comissionados de Jô Silvestre “levantaram” através do pedido de adiantamento a quantia de R$ 5.000,00 sem explicações e nem informações à imprensa sobre para onde viajaram, objetivo ou justificativa, valores que precisam ser questionados pelo Poder Legislativo, órgão fiscalizador do município.

Diante disso não nos convence a postura do Secretário de Comunicação que faz afirmativa com objetivo de pejorar o nosso trabalho, como se não tivéssemos credibilidade para levantar tais questões.

Ainda assim, ele não explicou os motivos de tais gastos, preferindo a prática de atacar o trabalho da imprensa.

Para nós, em nome de nossos leitores, fica a frase imortal do douto magistrado Jair Pena Junior: “A luz do sol é o melhor detergente”. Sua iluminada visão jurídica faz alusão de que deve haver total transparência por parte de um governo e dos postulantes a cargos públicos e cita a Constituição Federal de 1988, como referência e salvaguarda da liberdade de imprensa, destacando o artigo 220, que permeia e traz a luz sobre a liberdade de expressão e opinião, afirmando que a imprensa tem papel principal no estado democrático de direito.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

25 de setembro, 2017

CPI contra prefeito deve acontecer hoje na Câmara

25 de setembro, 2017

Apae realiza caminhada em comemoração ao mês de inclusão da pessoa com deficiência

25 de setembro, 2017

Feira da Educação será atração na Frea

25 de setembro, 2017

Câmara tem por obrigação investigar o executivo

25 de setembro, 2017

Advogado confunde liberdade de expressão com perseguição

25 de setembro, 2017

Delegado descreve sobre criminalidade em Avaré

25 de setembro, 2017

Antiético, secretário nega fontes em matérias do Semanário

25 de setembro, 2017

Avaré: uma cidade que teima em não crescer

25 de setembro, 2017

Corte de arvores faz avareense sentir mais calor

25 de setembro, 2017

Semanário erra e grafa errado o título da campanha do Refis

23 de setembro, 2017

Jô Silvestre “Crime contra a fé pública eleitoral e falsidade ideológica”

23 de setembro, 2017

Em nota, Prefeitura suspende cobrança de taxa de lixo

23 de setembro, 2017

Taxa de lixo: mais uma vez Prefeitura volta atrás

23 de setembro, 2017

Prefeitura suspende aulas de informática no ensino municipal

23 de setembro, 2017

ACIA convoca associados na luta contra Fest Country em dezembro

23 de setembro, 2017

Rotarianos e voluntários no plantio árvores

22 de setembro, 2017

Secretário usa emissora para defender governo

22 de setembro, 2017

Rádio vira extensão da Secretaria de Comunicação

22 de setembro, 2017

Investigação sobre sublocação de som faz parte da política

22 de setembro, 2017

Continuam pagamentos ilegais na Educação Municipal de Avaré

22 de setembro, 2017

Rejeitada mais uma denúncia sobre pintura de postes

22 de setembro, 2017

Aumento do Vale Alimentação será analisado pela Câmara

Ir para o topo