Justiça devolve mandato a prefeito de Bofete

Justiça devolve mandato a prefeito de Bofete Fonte da Foto: internet

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu uma liminar do mandado de segurança que suspende a cassação do prefeito de Bofete, Dirceo Antônio Leme de Melo. Na última segunda-feira, 05, a Câmara Municipal cassou por 8×1 o mandato do prefeito.

Ele era investigado por uma Comissão Processante sobre supostas irregularidades cometidas durante seu mandato. A comissão indiciou que ele teria feito compra de materiais sem licitação e a prática incluiria peças para automóveis que não fazem parte da frota municipal, entre outras.

O prefeito negou as irregularidades e afirma também que se trata de perseguição política. O prefeito, então, recorreu com agravo de instrumento (recurso) ao TJ alegando “vícios formais” no processo de cassação.

Em janeiro deste ano a justiça concedeu um mandado de segurança impedindo a realização de sessões extraordinárias no legislativo para julgar o caso. De acordo com a lei orgânica do município e do regimento interno da Câmara, as sessões em Bofete só podem ser convocadas durante o recesso pelo Executivo e não pelo Legislativo.

O vice- prefeito Elias Antunes já havia renunciado em setembro de 2017 por divergências com o Dirceo. Com a cassação, o Presidente da Câmara, Luis Antônio Ramos, o Zebra, assumiu interinamente a Prefeitura. A matéria é do site Acontece Botucatu.

Veja Também