Marialva afirma que foi vitima de racismo durante sessão da Câmara

Marialva afirma que foi vitima de racismo durante sessão da Câmara Fonte da Foto: divulgação

A vereadora Marialva Biazon, que foi uma das integrantes da Comissão Processante que investigou o prefeito de Avaré, Jô Silvestre, afirma que, durante a leitura do relatório final da CP, foi alvo de racismo.

A leitura do relatório final começou ontem, dia 08, por volta das 18h30 e terminou na madrugada de hoje, dia 09.

De acordo com Marialva, pouco depois da meia-noite, uma pessoa, que acompanhava a sessão, a teria chamado de “negra”. Para a vereadora, que também é advogada, isso configura crime de racismo.

O presidente da Câmara, Barreto do Mercado, pediu a gravação da sessão para averiguar a acusação e se confirmada à pessoa poderá responder pelo crime de racismo.

Veja Também