PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Matéria sobre situação do COSA repercute em Avaré

A matéria sobre o que vem ocorrendo com o COSA de Avaré teve muita repercussão, que muita gente ligou para a redação solicitando que a matéria fosse republicada até que alguém se habilitasse a responder sobre a situação. Então assim estamos fazendo. Leia texto abaixo:

Quem pensa que os problemas administrativos do prefeito Jô Silvestre estão sendo sanados aos poucos, está extremamente enganado, porque o que não está tendo conserto, nem remediado está e entre os muitos um que deve ganhar notoriedade para valer que é sobre o caso do Conselho de Obras Sociais de Avaré (COSA), uma entidade com mais de 40 anos servindo a pobreza de Avaré.

O problema é sério e tudo indica que não está sendo levado com responsabilidade por quem de direito, porque nunca uma entidade como essa passou por uma situação tão humilhante, mesmo atendendo mais de 500 pessoas necessitadas por mês, que estão desamparadas porque o município não consegue atender à demanda.

Para se ter uma ideia de como está o Cosa de Avaré, 8 funcionários estão há mais de 7 meses sem receber o pagamento, mesmo assim não arredam o pé da entidade porque o movimento ainda é grande e a procura também.

A informação é que nem mesmo diretores da entidade já não passam mais por lá e com sete meses de atraso no salário os servidores estão tendo que se virar contando com ajuda de amigos e parentes.

Segundo uma servidora, os funcionários não podem sair do local, porque podem ser punidos como abandono de emprego, mas como entender a situação? O prefeito Jô Silvestre publicou um repasse de verba para o COSA, mas não foi possível visto a um processo no Tribunal de contas (já contado aqui), por falta de pagamento de uma restituição de um presidente que não o fez, e isso tornou impossível a liberação de dinheiro da Prefeitura para a instituição.

Segundo consta, diretores como: Ana Paula Tibúrcio, Daulus Paixão, José Cri, Irmã Elvira, Valter Faria e outros não aparecem na instituição e outra informação que recebemos é que nem mesmo a Secretária da Assistência de Desenvolvimento Social, Érica Alessandra Alves, que tinha o Cosa como a menina de seus olhos, já não aparece mais no ambiente, como revelou uma fonte. (uma observação: Roberval de Oliveira o Batman comprovou ao jornal do Ogunhê que não faz parte da direção do COSA já há muito tempo)

Estivemos no local e observamos que mesmo em situação desagradável os funcionários continuam trabalhando, mas não se sabe até quando isso deverá acontecer, porque até mesmo 8 meses de aluguel do prédio estão atrasados, com água, luz e telefone cortados, sendo que os servidores estão utilizando seus próprios celulares, um descaso que precisa ser revisto ou pelo prefeito Jô Silvestre ou até pelo governo do Estado. 

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

22 de fevereiro, 2018

Semads abre inscrições para os projetos esportivos no CSU

22 de fevereiro, 2018

Prefeitura deposita vale alimentação amanhã

22 de fevereiro, 2018

Estati pede tubulação para erosão do Jardim Europa

22 de fevereiro, 2018

Câmara e vereador se precipitaram, diz opinião pública

22 de fevereiro, 2018

Câmara virou um barril de pólvora soltando faíscas

22 de fevereiro, 2018

Câmara precisa reforçar segurança, diz cidadão

22 de fevereiro, 2018

Sindicato dos Servidores envia nota à imprensa

22 de fevereiro, 2018

Licitação da coleta de lixo é adiada para 5 de março

22 de fevereiro, 2018

Universitários do Direito Eduvale são aprovados no Exame da OAB

21 de fevereiro, 2018

Vereador “joga pra galera” tema que nem existia

21 de fevereiro, 2018

Começa amanhã pagamento do PIS para nascidos em março e abril

21 de fevereiro, 2018

Cabo Sérgio pede calçada em alça de acesso da SP-255

21 de fevereiro, 2018

Ainda estão abertas as inscrições para as aulas de atletismo adaptado

21 de fevereiro, 2018

Eleitores de 5 cidades da região precisam fazer cadastro biométrico até março

21 de fevereiro, 2018

5 ficam feridos após carro bater em placa de sinalização

21 de fevereiro, 2018

Pressão popular coloca em discussão autoridade da Mesa da Câmara

21 de fevereiro, 2018

Coletores deram show de liberdade, igualdade e fraternidade

21 de fevereiro, 2018

Matrículas de informática para deficientes visuais

20 de fevereiro, 2018

Identidade de gênero não é de competência da Câmara

Ir para o topo