São Pastel
Gilberto Empreendimentos
Arpoli
Lorsa
Alecrim
Maré

Merenda Escolar poderá causar futuro temeroso para prefeito

Merenda Escolar poderá causar futuro temeroso para prefeito Fonte da Foto: Ilustrativa

Contando com o trabalho de algumas fontes da educação, o Jornal do Ogunhê vem conseguindo informações que podemos chamar de privilegiadas, o que aponta que a Merenda Escolar, se realmente estiver chegando ao prato das crianças, estas estariam sendo muito bem nutridos vistos os valores praticados. Conseguimos levantar, através das fontes que não concordam com a forma como a Secretaria de Educação está sendo administrada, no que diz respeito a compras através das licitações, cujos produtos saem mais caros do que no varejo do comércio da cidade.  

Outro ponto levantado pelo Jornal do Ogunhê diz respeito ao Programa de Alimentação Escolar que, segundo várias fontes, repassou no ano de 2017, mais de um milhão e setecentos mil reais para a Prefeitura de Avaré, o que não deixa de ser um número expressivo para a compra de produtos, mas pelas informações, no final do ano já contando com mais de 1.700.000,00 reais, foi enviado à Câmara de Vereadores um Projeto de Lei solicitando a aprovação de um crédito adicional para a Merenda de cerca de meio milhão de reais e o que chama a atenção é que ainda estariam utilizando o Salário Educação, conforme explicaram algumas fontes.

O que mostra uma contradição fora do comum é que, recentemente, os jornais publicaram, inclusive este jornal, que merendeiras, através de informações, estavam fazendo “vaquinha” para comprar margarina e óleo de cozinha, fato que foi até narrado na rede social; agora aparece uma denúncia de gastos exorbitantees na compra de produtos para a merenda escolar e a pergunta precisa ser repetida para que tenhamos conhecimento da verdade, se essa compra de produtos em preço elevado estaria realmente chegando ao prato das crianças.

Veja Também