Moradores de C. César se reúnem e projetam parceria para alimentar cães de rua

Moradores de C. César se reúnem e projetam parceria para alimentar cães de rua Fonte da Foto: assessoria

Intitulada como “A Cidade que faz amigos” agora é a vez de ajudar aqueles que chamamos de “melhor amigo do homem”. Um espírito de compaixão e solidariedade é motivo de orgulho na cidade de Cerqueira César, que desde o início do mês vem buscando parcerias em prol da causa animal.

A ideia surgiu entre uma conversa de amigos e já está ganhando admiradores locais e colaboradores. Henrique Carvalho e Victor Tucci, buscavam uma alternativa para auxiliar cães de rua e que muitas vezes são alimentados por moradores e até mesmo comerciantes da região.

Pensando em um trabalho que seja continuo e duradouro os amigos decidiram criar um protótipo de comedouro e bebedouro para que os animais em situação de rua consigam se alimentar.

Marcos Paulo Tardivo é mais um importante personagem dessa parceria e luta pela causa animal. Comerciante da cidade e proprietário da loja Empório Animal, ele se prontificou a conseguir um auxilio em relação a um preço mais acessível para alimentação desses animais, além de executar a mão de obra e criação dos comedouros também.

“Eu sempre gostei de ajudar animais de rua, acho que é uma causa importante para se lutar. Vi que a iniciativa deu certo em outras cidades e em conversa com o Victor encontramos medidas para que o projeto ganhasse ainda mais força em Cerqueira”, disse Henrique.

Victor Tucci é proprietário do Jornal da Cidade que circula semanalmente no município. Em forma de apoiar e auxiliar a iniciativa, o jornalista decidiu reverter parte do valor das assinaturas do jornal para compra de ração em prol dos animais e uma porcentagem do valor também será usada para manter os comedouros abastecidos.  

Desde o início do mês dois pontos de alimentação já foram instalados no município e em entrevista, os idealizadores afirmaram que grande parte dos comerciantes já estão procurando para também abraçar a ideia.

“É um passo pequeno, mas que está surtindo um efeito positivo entre os munícipes. Acredito que aos poucos vamos ganhando força e assim diminuir ainda que pouco, a realidade enfrentada por esses animais que vivem em situação de vulnerabilidade nas ruas”, disse Victor Tucci.

Como funciona – Os comedouros são produzidos a partir de canos de pvc adaptados e transformados em recipientes para água e comida. Os mesmos serão fixados em pontos comerciais ou residências e os proprietários/voluntários serão responsáveis pelo custo, manutenção e limpeza dos equipamentos.

Serviço – Para quem quiser aderir ao projeto basta entrar em contato com um dos idealizados através do contato (14) 99811-2665 Henrique e (14) 99627-9957 Victor.  Da assessoria Câmara Municipal

Veja Também