Mulher mostra sua indignação com a saúde de Avaré

Mulher mostra sua indignação com a saúde de Avaré Fonte da Foto: Ogunhê

Quando este jornal narra fatos reais que ocorrem na cidade, somos chamados por aqueles que em um passado recente não concordavam com a situação do Pronto Socorro, que escrevemos “boatos” e que mantemos a reprovável prática de direcionar ao secretário/radialista o que entende por “suposições”.

Pois bem caro leitor o que vamos narrar aqui é um fato real que jamais beira a uma “suposição”, até porque até mesmo o radialista/jornalista é citado pela jovem que passou ontem, dia 10, segundo depoimento dela, um descaso por parte dos responsáveis pelo Pronto Socorro de Avaré, o que levou a jovem Ellen Lobo, a usar a rede social e mostrar a sua indignação, pelo que passou.

Ellen Lobo desabafou afirmando que chegou por volta das 10 horas da manhã de ontem no Pronto Socorro e esperou para ser atendida até meio dia, mais de uma hora com muita dor e ninguém a chamou para fazer um exame de sangue.

Afirma que pediu para falar com a assistente social do P.S., que estava de férias e não tem ninguém para substituir a profissional.

A jovem foi, então, até à sala de enfermagem e disse que precisava de um exame, mas a resposta que obteve foi que tinha muita gente na frente, quando chegar a vez dela, ela seria chamada.

Ellen sentiu total abandono no Pronto Socorro e disse que gente que tem câncer em Avaré tem que morrer, e argumentou que nem por Avaré foi que ela conseguiu seu diagnóstico. Ellen não parou por aí com sua indignação contra o que vinha ocorrendo com ela, chegou a dizer que sente vergonha de ter pedido voto com o prefeito Jô Silvestre e afirmou que tem vergonha de ser avareense.

Finalizando ela disse que todos os seus impostos pagos e em dia, "enquanto ela sofre no Pronto Socorro-segundo ela- o prefeito quer fazer aquele Arenão de m**** lá".

Veja Também