PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Nota da Secretaria de Saúde de Avaré

A Secretaria de Saúde da Prefeitura da Estância Turística de Avaré esclarece a ocorrência registrada na manhã de ontem no Pronto Socorro Municipal (PS) onde uma paciente foi as redes sociais reclamar da “demora” no atendimento.

De acordo com as informações indicadas no Sistema de Gerenciamento de Unidade de Emergência utilizado para registro de entrada e saída de pacientes do PS, a paciente de nome Ellen Cristina C.L, deu entrada a unidade exatamente as 09:55.

Logo depois, foi encaminhada para triagem e classificação de risco de seu estado de saúde. A classificação de risco é uma ferramenta utilizada nos serviços de urgência e emergência, que visa avaliar e identificar os pacientes que necessitam de atendimento prioritário, de acordo com a gravidade clínica, potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento.

Feita a triagem, a paciente foi encaminhada ao consultório médico que solicitou exames complementares para a conclusão do diagnóstico e efetiva medicação.

Ocorre que, as 11:00 da manhã do mesmo dia 10.08 (1 hora depois da paciente ter registrado sua entrada no PS e, após ter sido avaliada pela enfermagem e passar por uma consulta médica) foi constatada a sua evasão da unidade. Os funcionários chamaram a paciente por diversas vezes para a coleta do material de exame e nenhuma resposta foi dada.

Pelos registros, a paciente não aguardou a continuidade do seu atendimento e preferiu polemizar o caso indo às redes sociais. Conforme a imagem anexa, o atendimento a paciente Ellen Cristina transcorreu dentro da normalidade que se espera dentro de um serviço de urgência e emergência que abriga as ocorrências de 17 cidades da região com volume diário de até 600 atendimentos.

A Secretaria de Saúde mantém-se firme no propósito trabalhar para elevar a qualidade dos serviços prestados a população. Os usos políticos de casos como este não contribuem para a melhora do sistema, e sim, provocam distorções gritantes como se verifica.

 

Nota da redação: a matéria foi veiculada neste jornal por se tratar de um assunto de interesse público, não foi a nenhum momento de uso de cunho político, conforme afirma a Nota e muito menos uma tentativa de provocar distorções gritantes. Foi, apenas, o relato de uma paciente angustiada.

 

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

22 de fevereiro, 2018

Semads abre inscrições para os projetos esportivos no CSU

22 de fevereiro, 2018

Prefeitura deposita vale alimentação amanhã

22 de fevereiro, 2018

Estati pede tubulação para erosão do Jardim Europa

22 de fevereiro, 2018

Câmara e vereador se precipitaram, diz opinião pública

22 de fevereiro, 2018

Câmara virou um barril de pólvora soltando faíscas

22 de fevereiro, 2018

Câmara precisa reforçar segurança, diz cidadão

22 de fevereiro, 2018

Sindicato dos Servidores envia nota à imprensa

22 de fevereiro, 2018

Licitação da coleta de lixo é adiada para 5 de março

22 de fevereiro, 2018

Universitários do Direito Eduvale são aprovados no Exame da OAB

21 de fevereiro, 2018

Vereador “joga pra galera” tema que nem existia

21 de fevereiro, 2018

Começa amanhã pagamento do PIS para nascidos em março e abril

21 de fevereiro, 2018

Cabo Sérgio pede calçada em alça de acesso da SP-255

21 de fevereiro, 2018

Ainda estão abertas as inscrições para as aulas de atletismo adaptado

21 de fevereiro, 2018

Eleitores de 5 cidades da região precisam fazer cadastro biométrico até março

21 de fevereiro, 2018

5 ficam feridos após carro bater em placa de sinalização

21 de fevereiro, 2018

Pressão popular coloca em discussão autoridade da Mesa da Câmara

21 de fevereiro, 2018

Coletores deram show de liberdade, igualdade e fraternidade

21 de fevereiro, 2018

Matrículas de informática para deficientes visuais

20 de fevereiro, 2018

Identidade de gênero não é de competência da Câmara

Ir para o topo