PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Nota da Secretaria de Saúde de Avaré

A Secretaria de Saúde da Prefeitura da Estância Turística de Avaré esclarece a ocorrência registrada na manhã de ontem no Pronto Socorro Municipal (PS) onde uma paciente foi as redes sociais reclamar da “demora” no atendimento.

De acordo com as informações indicadas no Sistema de Gerenciamento de Unidade de Emergência utilizado para registro de entrada e saída de pacientes do PS, a paciente de nome Ellen Cristina C.L, deu entrada a unidade exatamente as 09:55.

Logo depois, foi encaminhada para triagem e classificação de risco de seu estado de saúde. A classificação de risco é uma ferramenta utilizada nos serviços de urgência e emergência, que visa avaliar e identificar os pacientes que necessitam de atendimento prioritário, de acordo com a gravidade clínica, potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento.

Feita a triagem, a paciente foi encaminhada ao consultório médico que solicitou exames complementares para a conclusão do diagnóstico e efetiva medicação.

Ocorre que, as 11:00 da manhã do mesmo dia 10.08 (1 hora depois da paciente ter registrado sua entrada no PS e, após ter sido avaliada pela enfermagem e passar por uma consulta médica) foi constatada a sua evasão da unidade. Os funcionários chamaram a paciente por diversas vezes para a coleta do material de exame e nenhuma resposta foi dada.

Pelos registros, a paciente não aguardou a continuidade do seu atendimento e preferiu polemizar o caso indo às redes sociais. Conforme a imagem anexa, o atendimento a paciente Ellen Cristina transcorreu dentro da normalidade que se espera dentro de um serviço de urgência e emergência que abriga as ocorrências de 17 cidades da região com volume diário de até 600 atendimentos.

A Secretaria de Saúde mantém-se firme no propósito trabalhar para elevar a qualidade dos serviços prestados a população. Os usos políticos de casos como este não contribuem para a melhora do sistema, e sim, provocam distorções gritantes como se verifica.

 

Nota da redação: a matéria foi veiculada neste jornal por se tratar de um assunto de interesse público, não foi a nenhum momento de uso de cunho político, conforme afirma a Nota e muito menos uma tentativa de provocar distorções gritantes. Foi, apenas, o relato de uma paciente angustiada.

 

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

11 de dezembro, 2017

Secretário não aceita que suas opiniões sejam contrariadas

11 de dezembro, 2017

Secretário confunde função política com família

11 de dezembro, 2017

Prefeito erra muito e ainda quer ter razão

11 de dezembro, 2017

Duplicação da Raposo agora sai, diz Ricardo Madalena

09 de dezembro, 2017

Jornal salva prefeito de um vexame maior

09 de dezembro, 2017

Secretário elogia advogado preso e diz que é boa gente

09 de dezembro, 2017

Eventos do Quarto de Milha vão para Araçatuba

09 de dezembro, 2017

Prefeito direcionou verba do Centro de Convenções para Arenão

09 de dezembro, 2017

Avaré terá maior Réveillon dos últimos tempos

08 de dezembro, 2017

Secretário não deve estar em seus melhores dias

08 de dezembro, 2017

Pessoas com deficiência visitam Projeto Germinar

08 de dezembro, 2017

Curso de Padaria Artesanal abre vagas

08 de dezembro, 2017

Prefeitura de Piraju abre processo seletivo

08 de dezembro, 2017

Milton Monti perde seu puxador de votos

08 de dezembro, 2017

Moradores do Costa Azul voltam a reclamar

08 de dezembro, 2017

Costa Azul paga taxa de energia para Ceripa

07 de dezembro, 2017

Secretário sente-se ofendido ao ser comparado a Ripoli

07 de dezembro, 2017

Motorista atropela 3 em festa de formatura

07 de dezembro, 2017

Médicos da Rede Básica participaram de treinamento

07 de dezembro, 2017

Rally dos Amigos começa amanhã, dia 08

07 de dezembro, 2017

Processos demonstram uso político da emissora

07 de dezembro, 2017

Pedido de direito de resposta pode ser tentativa de intimidação

Ir para o topo