Obras na Raposo Tavares superam R$ 306 mi em desconto

Obras na Raposo Tavares superam R$ 306 mi em desconto Fonte da Foto: Assessoria

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Logística e Transportes, realizou, em São Paulo, Sessão Pública de recebimento e abertura dos envelopes contendo as propostas de preço e documentação das empresas interessadas na execução dos quatro últimos lotes de obras para modernização da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), agora no segmento que cruza os municípios de Itapetininga, Angatuba, Campina do Monte Alegre, Paranapanema e Itaí.

As melhores propostas recebidas representam uma redução de R$ 191,2 milhões (30,3%) sobre o valor de referência deste segmento, que era de R$ 630,7 milhões. Ao todo, sete empresas participaram da Licitação Pública Internacional. Se esse desconto for confirmado ao final do processo licitatório, o investimento do Governo do Estado nas obras da SP-270, especificamente no trecho entre Itapetininga e Itaí, será da ordem de R$ 439,5 milhões. No total, o desconto obtido em todos os lotes do empreendimento, incluindo o trecho Piraju-Ourinhos, supera R$ 306 milhões.

Na nova etapa da licitação iniciada a partir de agora, todas as propostas de preço e documentação recebidas passarão por análise técnica do DER. O resultado final, com a homologação e adjudicação das empresas vencedoras, será convalidado pelos agentes financiadores do empreendimento: Banco Mundial (por meio do BIRD – Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento e MIGA – Agência Multilateral de Garantia de Investimentos) e Banco Santander S/A. A expectativa é que este processo tenha duração de até 120 dias. O prazo para a execução das obras no trecho Itapetininga – Itaí é de 24 meses após o início dos trabalhos.

O empreendimento

Em sua totalidade, as obras na SP-270 foram divididas em oito lotes e cobrirão 204 quilômetros da rodovia, localizados entre os municípios de Itapetininga e Ourinhos. Estão previstas a duplicação de 50,4 quilômetros, implantação de 122,7 quilômetros de terceiras faixas (em ambos os lados da rodovia), recuperação de 153,5 quilômetros de pistas simples e acostamentos, e revitalização completa da sinalização. Serão implantados 21 novos dispositivos de acesso, e outros 14 dispositivos existentes receberão melhorias e aprimoramentos. Também serão construídos 3 novas passarelas e 1 viaduto.

Economia

O valor referencial total do empreendimento está orçado em R$ 934,7 milhões, sendo R$ 630,7 milhões para o segmento Itapetininga – Itaí (com 126,4 km de extensão) e R$ 304 milhões para Piraju – Ourinhos (com 77,6 km).

O recebimento das propostas para os lotes entre Piraju, Bernardino de Campos, Ipaussu, Chavantes, Canitar e Ourinhos foi realizado no último dia 3, na sede do DER, em São Paulo. As propostas de preço e documentação recebidas das empresas interessadas na concorrência pública passam por análise da equipe de licitações do órgão estadual. O desconto obtido nesse caso foi de 38%, gerando uma economia R$ 115,6 milhões em relação ao valor inicial, de R$ 304 milhões. Com isso, o investimento a ser concretizado é de R$ 188,4, milhões.

Somando-se os valores de todos os lotes, as licitações obtiveram o desconto de R$ 306,8 milhões, ou seja, o equivalente a 32,8% do total de R$ 934,7 milhões. A importância dessa economia é que o montante poderá ser aplicado em novos investimentos na malha rodoviária estadual.

Resultados

Os melhoramentos viários que serão implantados na Rodovia Raposo Tavares entre Itapetininga e Ourinhos ampliarão a capacidade de tráfego e as condições de segurança, elevando os níveis de conforto para mais de 11 mil motoristas que, em média, utilizam a via diariamente.

O investimento ainda contribuirá para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico da região, com maior desenvoltura no escoamento da produção agrícola, industrial e no deslocamento de uma população superior a 405 mil habitantes. Além disso, serão gerados cerca 3.120 novos postos de trabalho.

 

Veja Também