Para vereador, recuo deve-se à denuncia ao MP

Para vereador, recuo deve-se à denuncia ao MP Fonte da Foto: divulgação

Enquanto o assunto sobre o transporte escolar era discutido no plenário da Câmara com a presença de pais de alunos da zona rural que compareçam para mostrar a situação que estavam passando, apenas se viu e ouviu reclamações daqueles que têm filhos na escola.

Foram seis semanas em que a Câmara de Vereadores pregava no deserto sobre esse assunto, sem que viesse uma resposta favorável aos estudantes moradores da zona rural, mas que de repente alguém resolveu tomar providência, visto consequências futuras em que poderiam estar se envolvendo.

Segundo o vereador Ernesto Albuquerque, ele acredita que o recuo sobre o horário feito pela Prefeitura teria sido motivado pelas denúncias  que foram encaminhadas ao Ministério Público e também pelo receio da intervenção do Conselho Tutelar, o que implicava no assunto também o chamado Estatuto da Criança e do Adolescente.

Veja Também