Policiais civis participam de curso contra fraudes Brasil & EUA

Policiais civis participam de curso contra fraudes Brasil & EUA Fonte da Foto: assessoria

O delegado de Polícia Tárcio Lara Marcozo Severo e o Investigador de Polícia Diego do Amaral, ambos da Delegacia de Investigações Gerais de Avaré (DIG), participaram nos dias 13 e 14 de março, em Campinas, do curso “Treinamento e Capacitação Técnica para o Combate de Fraude Documental e Financeira Brasil & Estados Unidos”, parceria entre a Polícia Civil e a Caixa Econômica Federal.

Realizado na sede da Superintendência Regional da Caixa, o evento teve como objetivo aumentar a capacidade de detecção de fraude em moeda norte-americana e em documentos de viagem e de identidade. Além de policiais civis, o curso foi destinado a policiais federais e funcionários da área de segurança do banco estatal.

Os tópicos abordados foram confecção e detecção de fraude, técnicas de identificação de um impostor, técnicas de verificação dos fatores de segurança dos documentos, detecção de fraude em passaporte brasileiro, ténicas de pesquisas criminais e fatores de segurança do RG.

A capacitação foi ministrada pelo Diplomatic Security Service (DSS), United States Secret Service (USSS), State Department, Delegados da Polícia Federal e policiais civis do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), resultado de uma parceria da Centralizadora Nacional de Segurança e Fraude da Caixa (CEFRA), com as instituições internacionais.

A abertura do evento recebeu as presenças do cônsul para assuntos políticos dos Estados Unidos, Kevan Higgins, do diretor regional de combate ao crime organizado da Polícia Federal no Estado de São Paulo, Rodrigo Costa, do Delegado Chefe da Polícia Federal em Campinas, Paulo Vibrio Junior, do Delegado Diretor do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter 2) - Campinas, Kleber Antonio Torquato Altale, do agente federal do Serviço de Segurança Diplomática e Vice-Diretor de Segurança do Consulado Americano em São Paulo, Johnny Rivera, e do delegado da Polícia Federal, Paulo Henrique Martinelli.

“Conhecer as fraudes e a maneira como elas são realizadas é a melhor maneira de estar preparado para atuar no combate a esses crimes”, destacou o delegado Tárcio, que junto com Diego recebeu certificado de participação.

Da assessoria de imprensa da Polícia Civil de Avaré.

Veja Também