Por que base do prefeito não critica a Emapa?

Por que base do prefeito não critica a Emapa? Fonte da Foto: arquivo

Essa foi uma das melhores perguntas que fizeram a nós aqui do Jornal do Ogunhê, no começo da semana passada, e argumentos não nos faltaram para explicar ao cidadão que apenas queria saber do posicionamento dos vereadores da base do prefeito que não abrem a boca contra a festa gratuita feita pelo prefeito. Antes de uma explicação consciente foi necessário levar ao conhecimento do cidadão que a Emapa é um evento que sempre vai existir em Avaré.

Antes de mais nada foi necessário explicar que, bem antes do evento chamado Emapa, tem outro movimento que se chama política. Isso, aquela que faz com que o evento possa ser realizado, sem que a base do prefeito seja contra ou venha emitir opiniões contrárias ao que a equipe do prefeito está fazendo com relação ao evento.

Certamente os vereadores do prefeito não vão reclamar agora porque será um local onde estarão em contato com seus eleitores, alguns até proporcionando camarotes teoricamente trocados por votos. Mas o que precisamos prestar atenção é que essa briga é de quatro em quatro anos, dependendo de quem venha a vencer as eleições.

Para se ter uma ideia, hoje a situação é bem diferente de muitos anos, porque hoje a cidade está, em tese, pendurada em dívidas, mas essas dívidas não trariam votos como poderá supostamente trazer essa Emapa, que revela como está a cidade de Avaré, devendo à Avaréprev e levando pancada na Câmara onde os vereadores do prefeito estão calados, mas não ficaram quando Paulo Novaes fez uma festa. Até mesmo a vice-prefeita Bruna Silvestre, quando vereadora, foi contra essa festa afirmando que o prefeito poderia passar esse dinheiro para a compra de um raio-x novo. Hoje, ela não fala  nada e não é apenas de raio-x que a cidade precisa. Hoje precisa pagar as dívidas dos credores e melhorar a gestão da cidade.

Então, possivelmente, o cidadão que não estava entendendo a situação dessa festa agora já sabe por que o prefeito Jô Silvestre prefere aplicar dinheiro público em festas como a Emapa, enquanto a cidade vive uma penúria sem dó, e observamos que muita gente que está com familiares doentes ainda concorda com o que o prefeito faz. Vereadores da base não abrem a boca, pois eles estão mais preocupados com o seu voto para o ano que vem.

Veja Também