Postura de Barreto pode por em risco o G7

Postura de Barreto pode por em risco o G7 Fonte da Foto: arquivo

Inúmeras pessoas ligadas à política e até mesmo aquelas que a acompanham de longe, mostraram-se estarrecidas com a postura do presidente da Câmara, Barreto do Mercado, na sessão dessa segunda-feira, dia 19.

Ao votar contra um importante requerimento da vereadora Adalgisa Ward, Francisco Barreto não só quebrou uma hegemonia, que vinha sendo exercida pelos 7 vereadores da oposição, o grupo conhecido como G7, como teria abalado a estrutura do grupo que, nos primeiros 2 anos, sob a presidência de Toninho da Lorsa, teve todos os votos de minerva favoráveis ao grupo.

A reação de espanto tomou conta das rodas de pessoas nos cafés e ruas da cidade, pois não se esperava um posicionamento desses do presidente do Legislativo: votando contra o próprio colega de partido, pois ele votou favorável ao requerimento da vereadora, e também contra o grupo que o elegeu presidente.

Conversando e ouvindo várias pessoas, o Jornal do Ogunhê pôde perceber que a maioria delas colocava em dúvida se o jogo não estaria mudando para Jô Silvestre que poderia estar somando ao seu grupo mais um vereador. E a mais crucial de todas as dúvidas seria a de que, poderia o prefeito começar a dormir tranquilo em relação a uma suposta rejeição de suas contas, pois, de grão em grão, pode esvair-se a oposição.

Veja Também