Prefeito, as coisas não são como antigamente

Prefeito, as coisas não são como antigamente Fonte da Foto: ilustrativa

O prefeito Jô Silvestre precisa começar a entender que os tempos em que está administrando a cidade não são iguais aos que o seu pai Joselyr Benedito Silvestre governava, época em que a imprensa tinha muita dificuldade de levantar problemas pontuais, mas que, mesmo assim, seu pai não foi feliz e terminou em situação pra lá de constrangedora, chegando a ser preso.

Hoje, os dias são outros e as preocupações também têm que ser outras.  Não dá para ficar culpando a imprensa por denúncias que mostram como o governo está indo mal e isso não é a imprensa que diz, desta vez é um instrumento que não existia na época do pai de Jô Silvestre, a chamada rede social, onde  emitem opiniões os próprios eleitores do pai e do filho.

Uma das suas maiores promessas para o segundo ano de governo pode parecer um “remake” do primeiro, como as novelas da Globo, “Vale a pena ver de novo”, o famoso tapa buraco que, atualmente, ganha o nome de “recape”, pelo menos para as ruas onde os buracos são incontáveis.

A demora para o início dessa obra já é de conhecimento público; é porque têm que passar pela licitação todos os seus procedimentos, o que pode causar uma demora considerável, ainda  se não for nenhuma empresa contestada antes. Mas o recape deve acontecer.

Fora isso, o prefeito vai ter que se acostumar com as críticas na rede social, alias, é lá que ele tem ido buscar fazer suas defesas, muitas delas cheias de contradições.

As reclamações pelo Face são diárias, senão em horas, cada avareense pontuando uma situação que ele ou a sua família esteja sendo vítima do município, mas que no início do ano o IPVA e ITPU vêm, por isso não há razão para que o prefeito eleja a imprensa como a vilã de seu governo. Precisa mudar seu conceito de governar.

Veja Também