Prefeito Jô Silvestre não aceita críticas

Prefeito Jô Silvestre não aceita críticas Fonte da Foto: Facebook

O sistema do coronelismo é um dos mais antigos e que até hoje continua existindo em Avaré, embora o atual prefeito, teoricamente, tente levar a população a crer que ele não estaria tão preocupado com certas críticas, das quais muitas são recheadas de verdades. Para a sociedade, o servidor fez um apelo na rede social sobre o que havia prometido o prefeito, mas que não cumpriu.

Desta vez ficou muito bem fundamentado que o prefeito não aceita que discordem dele e quem trabalha na Prefeitura não pode criticar a situação como o atraso no pagamento e que foi apontado por um servidor público que, por fim, está respondendo a uma sindicância, com alegações que foram buscar com base em uma lei no Estatuto do Servidor.

O que se percebe nessa atitude é que o prefeito Jô Silvestre não quer aceitar críticas de servidor público na rede social, quando se entende que o servidor está reclamando de seus direitos, fato que o prefeito deveria levar pelo lado humano, chamando o servidor para uma conversa sem a necessidade de chegar a tanto, com acusação de sabotagem.

Sabotagem é prometer no início do governo que vai tratar muito bem o funcionalismo público e a primeira ação de Jô Silvestre foi nunca pagar em dia o salário sagrado do servidor e quando um deles reclama na rede social, vão buscar um termo na lei que se trata de sabotagem.

A nota do Sindicato dos Servidores vem em hora apropriada porque a tendência é o prefeito Jô Silvestre precisar abrir um número muito grande de sindicâncias em um futuro muito próximo. Afinal reclamar que não recebe em dia não pode ser levado para o lado da crítica, pois se trata de uma verdade cuja prova é vista mês a mês.

Veja Também