Prefeitura não responde sobre gabinetes dentários

Prefeitura não responde sobre gabinetes dentários Fonte da Foto: ilustrativa

Para alguns moradores de Avaré, o prefeito Jô Silvestre não estaria demonstrando preocupação com os mais carentes, já que justamente nas escolas municipais, onde temos a população menos favorecida, os alunos estão sendo prejudicados pela falta de atendimento dentário, e ao mesmo tempo a Secretaria de Educação é flagrada dando ônibus de graça para aluna de escola particular, o que seria, em tese, uma pessoa com melhor condição econômica.

Segundo apuramos, esse privilégio contou até com “carteirinha” oficial da Prefeitura com autorização da própria secretária de Educação, Josiane Medeiros, e o que causa revolta é que os alunos das escolas estão ficando sem a importante assistência dentária, a qual sempre foi garantida pelos governos anteriores, desde Miguel Paulucci até Poio Novaes.

Já estão chegando à imprensa as informações que desde o final do ano passado vem sendo feito uma espécie de desmonte dos gabinetes dentários nas escolas municipais, o que está sendo percebido por pais de alunos, pois seus filhos não tem mais os dentistas nas escolas para atenderem nos tratamentos dentários, tão importantes na fase escolar.

Na Escola Anna Novaes o problema é bem sério, pois o gabinete dentário de lá já foi fechado e nenhuma explicação foi dada nem aos pais e nem mesmo à imprensa, o que é bastante estranho, pois a Prefeitura deveria por obrigação informar pelos jornais e sites o que está ocorrendo com o atendimento bucal de nossas crianças, o que em tese, vai afetar a saúde de toda uma geração.

Em 2020 com certeza os candidatos a prefeito vão levantar a bandeira de recuperar os gabinetes dentários que Jô Silvestre está fechando, o que pode definir a campanha eleitoral, pois todos sabemos que a Saúde e a Educação são o calcanhar de Aquiles do filho de Joselyr e esse assunto une as duas secretarias. O que chama a atenção é que o prefeito e muito menos a Secretária de Educação não enviaram nota para este jornal para se defenderem, o que deixa claro que os motivos narrados pelo jornal são verdadeiros, principalmente com confirmações de diversas fontes de dentro da própria Prefeitura, ainda mais no que diz respeito ao caso dos gabinetes dentários.

Veja Também