Projeto que regulamenta prova de laço deve passar na Câmara

Projeto que regulamenta prova de laço deve passar na Câmara Fonte da Foto: ilustrativa

Pode se dizer que se tratou de uma audiência pública muito interessante, sobre o projeto do prefeito Jô Silvestre que fala sobre o esporte do laço de animais que continua proibido em Avaré.  A audiência teve o plenário de Câmara de Vereadores praticamente tomada,  uma vez que as partes interessadas sobre o assunto a ser debatido estavam presentes, e a mesma foi conduzida dentro dos princípios que regidos conforme a lei. A Audiência aconteceu na noite de quarta feira, dia 08.

O vereador Barreto de Monte Neto conduziu a Audiência, onde a primeira a falar sobre o assunto foi da advogada Ana Claudia Curiati, procuradora do município que defendeu uma parte do projeto. Além da procuradora também outras pessoas que representavam entidades em Avaré fizeram uso da palavra, como representante da Associação Comercial, representante da Apae de Avaré e demais entidades, mas também fizeram uso da palavra representantes de entidades protetora dos animais.

Não fica difícil entender que durante o debate cada interesse estava acima de qualquer coisa, o que é comum num debate de grande repercussão, ainda mais nesse em que se encontravam várias pessoas ligadas à ABQM, mas também existindo pessoas representando entidades que são contrarias aos maus tratos dos animais, dai a razão de uma discussão tão acirrada, onde foi necessária a intervenção do vereador Barreto de Monte Netto por alguns momentos.

Para alguns vereadores dos 11 que estiveram presentes, o que deixa uma conotação que esse projeto do prefeito Jô Silvestre deverá passar, levando em consideração o debate e os interesses que dessa vez contou com um numero bem grande de instituições avareenses interessadas que o projeto passe, o que vai colaborar para que o evento do Quarto de Milha possa movimentar a cidade de Avaré. O que deve ficar registrado é que algumas explicações sobre os maus tratos chegaram a citar que até mesmo Barretos já não usa mais esse tipo de evento esportivo, sinal que todos que estiveram inscritos para falar na audiência pública independente de contra ou a favor puderam ponderar por completo sobre o assunto, o que podemos dizer que foi um debate democrático.

Além de representantes de entidades contra ou a favor, também estiveram presentes os vereadores: Francisco Barreto de Monte neto, Adalgiza Ward, Toninho da Lorsa, Sergio Fernandes, Ernesto Albuquerque, Carlos Alberto Estati, César Morelli, Marialva Biazon, Alessandro Rios, Ivan da Comitiva e Jairinho do Paineiras.

Veja Também