PSC de Avaré sofre perseguições e ameaças da rádio da esposa de Campos Machado

PSC de Avaré sofre perseguições e ameaças da rádio da esposa de Campos Machado Fonte da Foto: Assessoria

Os vereadores eleitos do PSC – Partido Social Cristão de Avaré, Flávio Zandoná (vice-presidente) e Cabo Sérgio (1.º secretário), além de sua presidente, a jornalista Isabel Cardoso, estão sofrendo por parte do secretário de Comunicação e radialista Josená Bijolada Araújo, uma perseguição obsessiva e de cunho pessoal, que vem sendo realizada no jornalismo da rádio de propriedade da esposa do deputado Campos Machado.

Os membros do PSC relataram que as perseguições “estranhamente” tiveram início quando o radialista - que sempre foi feroz com os ex-prefeitos de Avaré, criticando no ar até mesmo a família Silvestre e apelidando o atual prefeito de Chico Bento-, se tornou secretário de Comunicação, mudando assim de forma repentina sua posição.

“Quando ganhamos a eleição fomos convidados a dar entrevista no programa jornalístico e fomos bem recebidos, o que estranhamente mudou quando o radialista Josená se tornou secretário de comunicação, passando a uma perseguição velada e todas com caráter pessoal aos membros do partido, usando de forma covarde o microfone para denegrir e caluniar”, explicaram os vereadores que não fazem parte da base do Governo.

A presidente do partido destaca a ameaça do secretário. “Fiquei abismada de saber a que ponto chegou a postura da rádio – de propriedade da esposa de um deputado Campos Machado -, de tentar intimidar um partido inteiro, mas posso afirmar que o PSC vai manter sua linha ideológica e política assumida com a população avareense e não vai nem por medo, muito menos por ameaça se curvar diante de uma pessoa que usa uma rádio e o nome do deputado Campos Machado para tentar calar os que discordam de suas ideias”, finalizou Isabel Cardoso.

Veja Também