Lorsa
Arpoli
Gilberto Empreendimentos
São Pastel
Maré
Alecrim

Quase 10 médicos já “pediram para sair” da Prefeitura

Quase 10 médicos já “pediram para sair” da Prefeitura Fonte da Foto: Ilustrativa

No mínimo 8 médicos pediram exoneração da Prefeitura nos últimos meses. A informação está publicada no Portal da Transparência do Executivo.

De acordo com levantamento feito pelo Jornal do Ogunhê, dos 8 médicos que “pediram para sair”, 4 são especialistas, os demais são clínicos gerais.

A “debanda” de médicos tem sido alvo de várias críticas por parte de vereadores. No mês passado, alguns parlamentares convocaram o secretário de Saúde, Roslindo Machado, para ir até o Legislativo falar a respeito da exoneração destes médicos que trabalhavam para a Prefeitura de Avaré.

Segundo Marialva Biazon, Roslindo sequer conversou com os profissionais para saber o motivo de tantas “baixas”.

“Vamos viver um caos na saúde de Avaré em alguns dias por falta de médicos”, afirmou a vereadora, durante uma sessão de Câmara.

A vereadora pelo PSDB lembrou que, quando havia médicos na rede municipal, a demora para a realização de exames mais simples, como ultrassons, chegava a um ano. Com a saída de diversos profissionais, essa espera deve se tornar maior ainda.

Recentemente, a Prefeitura divulgou nota falando sobre o assunto e afirmando que o problema maior é com relação à carga horária dos médicos.

Muitos estariam pedindo exoneração por estarem sendo obrigados a cumprir a carga horária determinada pelo concurso público que prestaram.

Veja Também