PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Quem quer algo cuida antes, pelo menos do acesso

Não tem como não levantar as críticas sobre certos comportamentos que sabemos que nem mesmo vem da cabeça do prefeito Jô Silvestre, que muitas vezes são interesses familiares, já que não é novidade nenhuma que o prefeito segue, pelo menos em certos pontos.

Interessante esse grande interesse em municipalizar o aeroporto de Avaré, que o ex-prefeito Joselyr fez questão que o nome de Arandu viesse a fazer parte e agora seu filho, como prefeito de Avaré, afirma que o aranduense não faz questão de Avaré municipalizar. O fato é que ninguém fez um levantamento em Arandu para saber se a população daquela cidade quer que seja municipalizada.

Interessante que quando levantamos questões que são pertinentes e que cabe ao povo saber das ações que ocorrem no grupo do prefeito, fiéis escudeiros do prefeito, que até no começo do ano passado, elogiava este jornal, mas que agora tem compromisso político com o prefeito, desdenham deste jornal que, há menos de 13 meses, para eles era o mais importante de Avaré.

O fato é que esses defensores do prefeito, achamos que não saem do seu conforto para ver que o acesso de Avaré até o aeroporto está com seus buracos tapados com entulhos, o que não mostra a nenhum momento que o interesse da municipalização já era de longa data.

O Jornal do Ogunhê apurou e ao checar algumas informações junto a pessoas ligadas ao prefeito, teve conhecimento que será muito difícil que esse Projeto de Lei para a municipalização, se passar pelas comissões e chegar ao plenário, será muito difícil que venha a ter os votos necessários para a aprovação.

A informação é que o prefeito poderá ter votos contrários até mesmo de sua própria bancada.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

24 de fevereiro, 2018

Assunto polêmico volta a ser discutido na Câmara dia 5 de Março

24 de fevereiro, 2018

Câmara acaba promovendo discurso de ódio

24 de fevereiro, 2018

A mesma Câmara teve vereador transgênero

24 de fevereiro, 2018

Morelli pode ter praticado quebra de decoro

24 de fevereiro, 2018

Câmara discute quebra de decoro de vereadora

24 de fevereiro, 2018

Ripoli criticou aumento do vale-alimentação e teve que escutar

24 de fevereiro, 2018

Professores participam de oficinas de capacitação

24 de fevereiro, 2018

Professores ouvem palestra sobre relações humanizadoras

24 de fevereiro, 2018

O que fazer com os produtos sem giro?

23 de fevereiro, 2018

Processo: Jô Silvestre pode estar próximo de perder os direitos políticos

23 de fevereiro, 2018

C. César: vereador presta depoimento sobre vídeo com Zaloti

23 de fevereiro, 2018

Carnês de IPTU já estão sendo entregues

23 de fevereiro, 2018

Concurso da Ceagesp tem vagas para Avaré

23 de fevereiro, 2018

Médico é acusado de mandar “nudes” de dentro de hospital

23 de fevereiro, 2018

Reunião confirma união para permanência da ABQM na cidade

23 de fevereiro, 2018

Internautas discutiram atitude de vereador

23 de fevereiro, 2018

Botucatu poderá virar Estância Turística

23 de fevereiro, 2018

Rodovia Coronel Macedo/Itaporanga continua interditada

23 de fevereiro, 2018

TJ-DF mantém condenação de Joaquim Barbosa por insultar jornalista

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

Ir para o topo