Realizada primeira oitiva da CPI da Dívida Ativa

Realizada primeira oitiva da CPI da Dívida Ativa Fonte da Foto: Divulgação

De acordo com informações do jornal A Comarca, a Procuradoria do Município acredita que cerca de R$ 150 milhões de reais da dívida ativa de Avaré sejam irrecuperáveis. A informação foi dada na manhã de ontem, dia 13 de novembro, durante a primeira oitiva da CPI que investiga justamente a dívida ativa.

A Comissão é formada pelos vereadores Flávio Zandoná (presidente), Ernesto Albuquerque (relator) e Marialva Biazon (membro). Nesta quarta-feira, quatro funcionários da Prefeitura foram ouvidos.

De acordo com o jornal, a dívida ativa hoje é avaliada em R$ 230 milhões, dos quais apenas 34% podem ser recuperados.

Segundo funcionários ouvidos pela Comissão, isso acontece porque o débito é chamado de “dívida podre”, ou seja, não pode mais ser cobrada pela Prefeitura.

De acordo com o chefe de tributação da Prefeitura, Júlio Batista, mais de R$ 70 milhões ainda precisam ser abatidos do banco de dados da Prefeitura e em anos anteriores o valor que havia sido equivocadamente inserido no sistema alcançava valores exorbitantes.

 

Veja Também