Rejeição de contas pode travar candidatura de Jô Silvestre

Rejeição de contas pode travar candidatura de Jô Silvestre Fonte da Foto: ilustrativa

A cada dia, vem-se desenhando um quadro político em Avaré que coloca em escanteio a possibilidade de Jô Silvestre ir para a reeleição em 2020. Pelo menos, tudo que já foi narrado pela imprensa e opiniões diversas de causídicos indicam que a desaprovação das contas de 2017 seja praticamente certa ou, como dizem, sejam favas contadas.

Não se trata conversa banal, tipo papo de esquina e muito menos de uma situação apenas observada na administração de Jô Silvestre, mas já foi apontada  pelo Tribunal de Contas  que registrou mais de 80 falhas sérias em sua administração, cujos apontamentos retratam a insuficiência de recursos públicos para a promoção de uma série de eventos que foram realizados.

Praticamente um dos órgãos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo já votou desfavoravelmente às contas de 2017 de Jô Silvestre e, provavelmente, o prefeito e sua equipe estejam fazendo de tudo para reverter esse quadro que poderá tirar o prefeito de uma candidatura à reeleição; isso sem contar as promessas políticas que não foram cumpridas e que um ano e meio seria um prazo muito curto para que o prefeito pudesse colocar a casa em ordem, ainda mais com o TC no calcanhar.

Veja Também