Saúde alerta sobre picada de escorpião e não tem soro

Saúde alerta sobre picada de escorpião e não tem soro Fonte da Foto: ilustrativa

Quando escrevemos aqui que o governo de Avaré é muito controverso é porque inúmeras situações já ocorreram para que chegássemos a essa conclusão tão simples e verdadeira.

Quem já não viu propaganda no Semanário Oficial de como agir quando alguém ou uma criança for picada por um escorpião, quais os procedimentos a serem tomados para evitar a presença dos escorpiões.

Informam todos os tipos de prevenções, mas não informam que na saúde de Avaré, quando uma criança ou adulto é picado por um escorpião, não existe o soro necessário para combater a picada de escorpiões.

Foi o que aconteceu com um garotinho de 3 anos que no último sábado, dia 05, por volta  das 17 horas, foi picado por um escorpião na represa, na Reviera Norte do lado de Arandu. Cristiane Martins narrou toda caminhada que fez para que seu filho pudesse receber a assistência acertada.

Passou pelo Pronto Socorro de Arandu e não existia soro, onde foi ministrado à criança apenas um medicamento de nome dexametasona. Em continuação a mãe procurou a Santa Casa de Avaré e também o Pronto Socorro, onde, segundo a mãe, também não havia o soro, ainda o pediatra de plantão sugerindo não ser necessário ministrar nada ao garoto de 3 anos. A mãe foi levada pela experiência de seu pediatra, que atua em Botucatu, que sugeriu para que ela levasse imediatamente a criança para Botucatu, onde foi atendido, segundo a mãe, no Hospital Infantil da cidade.

Essa noticia chamou a atenção através da rede social, o que mostra que a saúde de Avaré não está preparada nem mesmo para dar conta de uma picada de escorpião.

Veja Também