PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Secretário critica Câmara por não aprovar nova secretaria

O Jornal do Ogunhê vinha apurando desde a chegada do advogado Marcelo Aith em Avaré, depois que renunciou à defesa do pai do prefeito e tomou o lugar de sua esposa, que também foi denunciada neste jornal; mal sabiam os súditos da Prefeitura que a imprensa de Avaré já estava com um pé atrás com esse advogado.

Curioso é que a Prefeitura e nem mesmo o secretário de Comunicação, que sempre se posiciona como bem informado, prestaram atenção, mesmo tendo algum conhecimento a respeito da vida profissional de Marcelo Aith. Dedicou-se o secretário a prestigiá-lo com convites para se apresentar na emissora de Campos Machado, no jornalismo da emissora, onde o secretário é âncora.

Quando nasceu o projeto de lei para a criação de uma nova secretaria, o Jornal do Ogunhê observou no documento alguns pontos estranhos, os quais dariam plenos poderes para que o secretário de Negócios Jurídicos pudesse até dirigir e organizar a Procuradoria do Município. O fato causou estranheza, pois é de conhecimento público e jurídico que a Procuradoria do Município é regida por um estatuto e tem normas, além de ter sido criado por uma lei de outubro de 2010.

Depois de levantada a questão pela imprensa, a Câmara de Vereadores de Avaré debruçou sobre o documento e observou muitos outros erros, os quais poderiam tirar certos poderes e, em tese, quem assumisse essa secretaria poderia se chamado até mesmo de “Primeiro Ministro”. Qual não foi a surpresa saber que quem estaria sendo cotado para assumir seria o advogado Marcelo Aith que, ontem, teve sua sumária exoneração, sendo abandonado por aqueles que, teoricamente, colocariam a mão no fogo por ele.

O secretário de Comunicação que tinha larga amizade com o advogado, logo que percebeu que não haveria a menor chance dessa nova secretaria passar em plenário da Câmara, o secretário, fazendo o seu papel para o que é pago e usando dos microfones da emissora do deputado, passou a atacar não a atuação dos vereadores, mas também entrou na vida particular do presidente da Câmara e do vereador Sergio Fernandes, produzindo contra si dois processos, não tomando o devido cuidado, já que não é mais primário.

Outro ponto que mostra a incongruência do secretário de Comunicação é que, durante o processo de criação da nova Secretaria de Negócios Jurídicos, não poupou criticas infundadas e sem nexo, tentando jogar para o consultor jurídico do Legislativo, o conceituado advogado José Antônio Gomes Ignácio Junior, erros que não existiam; para conhecimento de todos, o consultor chegou a ser também professor de direito tributário do secretário de Comunicação a quem, em tempo não muito distante, por diversas vezes, chegou a elogiar, mas agora, por questões políticas e comprometimento esquece com facilidade o passado.

A pergunta que a maioria da sociedade vem fazendo hoje, isso é em qualquer lugar em que nos abordam  é como fica a credibilidade de um programa jornalístico, que é impedido de narrar fatos verdadeiros, para não prejudicar a administração, tendo ainda que passar por uma situação constrangedora perante seus ouvintes, pelo fato de ter perseguido e continuar a perseguir a Câmara, quando o fato mais sério ocorre justamente dentro do poder Executivo?  

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

22 de fevereiro, 2018

Semads abre inscrições para os projetos esportivos no CSU

22 de fevereiro, 2018

Prefeitura deposita vale alimentação amanhã

22 de fevereiro, 2018

Estati pede tubulação para erosão do Jardim Europa

22 de fevereiro, 2018

Câmara e vereador se precipitaram, diz opinião pública

22 de fevereiro, 2018

Câmara virou um barril de pólvora soltando faíscas

22 de fevereiro, 2018

Câmara precisa reforçar segurança, diz cidadão

22 de fevereiro, 2018

Sindicato dos Servidores envia nota à imprensa

22 de fevereiro, 2018

Licitação da coleta de lixo é adiada para 5 de março

22 de fevereiro, 2018

Universitários do Direito Eduvale são aprovados no Exame da OAB

21 de fevereiro, 2018

Vereador “joga pra galera” tema que nem existia

21 de fevereiro, 2018

Começa amanhã pagamento do PIS para nascidos em março e abril

21 de fevereiro, 2018

Cabo Sérgio pede calçada em alça de acesso da SP-255

21 de fevereiro, 2018

Ainda estão abertas as inscrições para as aulas de atletismo adaptado

21 de fevereiro, 2018

Eleitores de 5 cidades da região precisam fazer cadastro biométrico até março

21 de fevereiro, 2018

5 ficam feridos após carro bater em placa de sinalização

21 de fevereiro, 2018

Pressão popular coloca em discussão autoridade da Mesa da Câmara

21 de fevereiro, 2018

Coletores deram show de liberdade, igualdade e fraternidade

21 de fevereiro, 2018

Matrículas de informática para deficientes visuais

20 de fevereiro, 2018

Identidade de gênero não é de competência da Câmara

Ir para o topo