Secretário de Comunicação coloca Campos Machado em situação delicada

Secretário de Comunicação coloca Campos Machado em situação delicada Fonte da Foto: Site

Graças a um trabalho jornalístico da jornalista Cida Koch do jornal In Foco, agora o Secretário de Comunicação do prefeito Jô Silvestre terá que procurar uma nova saída para justificar os seus ataques aos vereadores, ao presidente da Câmara e aos Policiais Militares de Avaré, sobre um evento feito na Câmara, que homenageou os Cabos e Soldados da Polícia Militar, cuja festividade foi custeada pelos organizadores da Polícia Militar.

No sentido de criar uma celeuma quanto ao evento, o Secretário de Comunicação, que ganha para defender o prefeito, criou uma situação que ele jamais pensava que pudesse vir a dar uma reviravolta futura.

A jornalista Cida Koch descobriu na página do deputado Campos Machado algo que poderá desmascarar o Secretário de Comunicação, sobre os ataque e ofensas aos vereadores, ao presidente Toninho da Lorsa e aos homenageados em Avaré.

A jornalista descobriu que na segunda-feira, dia 16 de outubro, o deputado estadual Campos Machado, usou do Plenário da Assembleia Legislativa para homenagear os Cabos e Soldados da Polícia Militar de São Paulo, com o mesmo foco de homenagem que ocorreu em Avaré, mas com um detalhe, em São Paulo quem pagou a conta foi a Assembleia Legislativa. (explica essa, secretário)

Portanto, não precisa ser um cientista político para entender que os ataques contra a Câmara de Avaré,  presidente da Câmara e Policiais Militares, não passam de uma campanha extremamente política, chegando a envolver altas autoridades da Polícia Militar falando de bebida alcoólica no ambiente parlamentar, aproveitando-se da palavra “open bar” que ensejou um debate desnecessário.

Já sobre o evento do Deputado Campos Machado ainda não obtivemos informação se houve “open bar”, mas essa informação deve chegar a nós em breve. A pergunta que não quer calar: é melhor com álcool, mas sem dinheiro público, ou sem álcool, mas com nosso dinheiro?

No entanto, fica aqui registrado que o Secretário de Comunicação de Jô Silvestre acabou deixando Campos Machado, marido da proprietária da rádio em que trabalha, em delicada situação, ou seja, “em palpos de aranha”.

 

Veja Também