Secretário de Comunicação perde ação por danos morais contra Toninho da Lorsa

Secretário de Comunicação perde ação por danos morais contra Toninho da Lorsa Fonte da Foto: Ilustrativa

O secretário de Comunicação de Avaré, Josená Bijolada Araújo, interpôs recurso contra a decisão que perdeu para o vereador Antonio Angelo Cicirelli, em ação por danos morais.

Na época, em apresentação no Jornal da Interativa, Zena Araújo como é conhecido, declarou que Toninho da Lorsa devia impostos à prefeitura, o que foi comprovado logo depois, que essa divida não existia, mesmo assim sendo inverídica foi levada ao ar na programação da emissora ligada a  Campos Machado.

Diante desse acontecimento o caso foi levado às mãos da Justiça e Zena Araújo, que hoje é Secretário de Comunicação da Prefeitura, foi condenado a pagar em torno de 6 mil reais de indenização ao parlamentar Toninho da Lorsa.

O secretário recorreu ao STF, contudo não obteve sucesso. No despacho do Ministro Marco Aurélio Melo, ele salienta o crime cometido na época dos fatos, pelo secretário-radialista.

Despacho do STF - “ O requerido (radialista) faltou com a verdade em suas afirmações, visto que não há execução fiscal contra o autor (Toninho da Lorsa) e nem para sua esposa, a evidenciar, de modo gritante, o abuso gritante por meio de veiculo de informação.”

O Ministro ainda destaca o papel importante da imprensa na democracia, e ressalta que mentiras não podem ser aceitas. Marco Aurélio ainda destaca que a notícia é mentirosa e infundada. Josená Bijolada Araújo e a Rádio Interativa deverão, agora, ressarcir em torno de 6 mil reais o vereador pela notícia, que o STF comprovou ser mentirosa.

Esta é a segunda condenação do secretário de Comunicação por danos morais. A última ele perdeu para o vereador Sérgio Fernandes.

Já o vereador Toninho da Lorsa declarou que assim que receber o que a justiça manda Zena Araújo pagar, o vereador Toninho da Lorsa disse que fará doação da quantia, não pretendendo ficar com nada.

Veja Também