Secretário de Saúde gosta de notoriedade até fora de hora

Secretário de Saúde gosta de notoriedade até fora de hora Fonte da Foto: arquivo

Causou-nos surpresa o fato do secretário de Saúde Roslindo Machado, ao solicitar uma abertura de inquérito contra José Paulo Santos de Oliveira, o Paulo da Barra Grande, sem necessidade aparente, citar uma matéria que foi publicada pelo jornal do Ogunhê, até mesmo juntando xerox no processo.

Denota-se que, nem mesmo nessas horas, o secretário se esquece deste jornal, não entendendo ou fazendo não entender que a matéria veiculada sobre o fechamento do Posto de Saúde, está ancorada na liberdade de expressão sobre um fato narrado por Paulo da Barra Grande e que o fechamento do posto é um fato consumado tanto que Paulo chegou a usar o Plenário da Câmara para explicar a situação do Distrito de Barra Grande.

Citar o jornal em um processo sem qualquer nexo ou sem razão aparente deixa claro que, até em horas desnecessárias, vai em busca de notoriedade, quando é de conhecimento público que sua atuação vem sendo eventualmente consideradas como uma das piores que Avaré já teve.

Repetimos, em nome de um bom jornalismo, que o secretário de Saúde que mais parece um colecionador de encrencas, esquece que quem já foi acusado de perseguições e retaliações seria ele e não o jornal.

A matéria publicada sobre o fechamento do Posto de Saúde da Barra é tão legitima e comprovada que estiveram na época, naquela unidade de saúde, os vereadores Adalgisa Ward e Flávio Zandoná, os quais comprovaram a situação do Posto de Saúde daquele bairro.

Veja Também