PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Secretários são proibidos de falar com a imprensa

A lei da mordaça corre solta pelos corredores da Prefeitura de Avaré, blindados pelo secretário de Comunicação, os demais secretários do Prefeito Jô Silvestre estão impedidos de apresentar o que estão realizando de positivo em suas pastas, o que mostra a contramão no trabalho do secretário de Comunicação, que conseguiu uma das maiores proezas na história política de Avaré, brigar e se desentender com a imprensa e com os vereadores.

O radialista Gabriel Guerra, da Rádio Avaré, afirmou ao Jornal do Ogunhê, nesta sexta-feira, que diversos e-mails foram enviados pela emissora à Secretaria de Comunicação com convites para a participação dos Secretários Municipais no jornalismo da Rádio Avaré e que as solicitações são ignoradas pela pasta de Comunicação.

Conta o jornalista, “Eu fui informado que, para qualquer participação, deveria enviar o e-mail para a Secretaria de Comunicação, só obtive uma resposta e negando a participação do Secretário de Turismo. Recentemente, convidei o prefeito para falar sobre os primeiros seis meses de seu governo e a Comunicação da Prefeitura não respondeu e isso prejudica o Jô, que fica sem prestar contas à sociedade”.

Gabriel Guerra fez uma observação interessante sobre a postura do secretário de Comunicação, que fez sérias acusações de falta de ética dos jornalistas da cidade, pelo fato de alguns assuntos não ouvir a justificativa da Prefeitura. Justificou que, quando foi secretário de Comunicação, lembra e muito bem que, quando o apresentador e âncora do programa da Interativa, Zenna Araújo, fazia duras críticas à administração de Rogélio Barcheti, não permitia esclarecimentos por parte da Prefeitura - enfatizou o jornalista.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

24 de fevereiro, 2018

Assunto polêmico volta a ser discutido na Câmara dia 5 de Março

24 de fevereiro, 2018

Câmara acaba promovendo discurso de ódio

24 de fevereiro, 2018

A mesma Câmara teve vereador transgênero

24 de fevereiro, 2018

Morelli pode ter praticado quebra de decoro

24 de fevereiro, 2018

Câmara discute quebra de decoro de vereadora

24 de fevereiro, 2018

Ripoli criticou aumento do vale-alimentação e teve que escutar

24 de fevereiro, 2018

Professores participam de oficinas de capacitação

24 de fevereiro, 2018

Professores ouvem palestra sobre relações humanizadoras

24 de fevereiro, 2018

O que fazer com os produtos sem giro?

23 de fevereiro, 2018

Processo: Jô Silvestre pode estar próximo de perder os direitos políticos

23 de fevereiro, 2018

C. César: vereador presta depoimento sobre vídeo com Zaloti

23 de fevereiro, 2018

Carnês de IPTU já estão sendo entregues

23 de fevereiro, 2018

Concurso da Ceagesp tem vagas para Avaré

23 de fevereiro, 2018

Médico é acusado de mandar “nudes” de dentro de hospital

23 de fevereiro, 2018

Reunião confirma união para permanência da ABQM na cidade

23 de fevereiro, 2018

Internautas discutiram atitude de vereador

23 de fevereiro, 2018

Botucatu poderá virar Estância Turística

23 de fevereiro, 2018

Rodovia Coronel Macedo/Itaporanga continua interditada

23 de fevereiro, 2018

TJ-DF mantém condenação de Joaquim Barbosa por insultar jornalista

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

Ir para o topo