PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Secretários são proibidos de falar com a imprensa

A lei da mordaça corre solta pelos corredores da Prefeitura de Avaré, blindados pelo secretário de Comunicação, os demais secretários do Prefeito Jô Silvestre estão impedidos de apresentar o que estão realizando de positivo em suas pastas, o que mostra a contramão no trabalho do secretário de Comunicação, que conseguiu uma das maiores proezas na história política de Avaré, brigar e se desentender com a imprensa e com os vereadores.

O radialista Gabriel Guerra, da Rádio Avaré, afirmou ao Jornal do Ogunhê, nesta sexta-feira, que diversos e-mails foram enviados pela emissora à Secretaria de Comunicação com convites para a participação dos Secretários Municipais no jornalismo da Rádio Avaré e que as solicitações são ignoradas pela pasta de Comunicação.

Conta o jornalista, “Eu fui informado que, para qualquer participação, deveria enviar o e-mail para a Secretaria de Comunicação, só obtive uma resposta e negando a participação do Secretário de Turismo. Recentemente, convidei o prefeito para falar sobre os primeiros seis meses de seu governo e a Comunicação da Prefeitura não respondeu e isso prejudica o Jô, que fica sem prestar contas à sociedade”.

Gabriel Guerra fez uma observação interessante sobre a postura do secretário de Comunicação, que fez sérias acusações de falta de ética dos jornalistas da cidade, pelo fato de alguns assuntos não ouvir a justificativa da Prefeitura. Justificou que, quando foi secretário de Comunicação, lembra e muito bem que, quando o apresentador e âncora do programa da Interativa, Zenna Araújo, fazia duras críticas à administração de Rogélio Barcheti, não permitia esclarecimentos por parte da Prefeitura - enfatizou o jornalista.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

25 de setembro, 2017

CPI contra prefeito deve acontecer hoje na Câmara

25 de setembro, 2017

Apae realiza caminhada em comemoração ao mês de inclusão da pessoa com deficiência

25 de setembro, 2017

Feira da Educação será atração na Frea

25 de setembro, 2017

Câmara tem por obrigação investigar o executivo

25 de setembro, 2017

Advogado confunde liberdade de expressão com perseguição

25 de setembro, 2017

Delegado descreve sobre criminalidade em Avaré

25 de setembro, 2017

Antiético, secretário nega fontes em matérias do Semanário

25 de setembro, 2017

Avaré: uma cidade que teima em não crescer

25 de setembro, 2017

Corte de arvores faz avareense sentir mais calor

25 de setembro, 2017

Semanário erra e grafa errado o título da campanha do Refis

23 de setembro, 2017

Jô Silvestre “Crime contra a fé pública eleitoral e falsidade ideológica”

23 de setembro, 2017

Em nota, Prefeitura suspende cobrança de taxa de lixo

23 de setembro, 2017

Taxa de lixo: mais uma vez Prefeitura volta atrás

23 de setembro, 2017

Prefeitura suspende aulas de informática no ensino municipal

23 de setembro, 2017

ACIA convoca associados na luta contra Fest Country em dezembro

23 de setembro, 2017

Rotarianos e voluntários no plantio árvores

22 de setembro, 2017

Secretário usa emissora para defender governo

22 de setembro, 2017

Rádio vira extensão da Secretaria de Comunicação

22 de setembro, 2017

Investigação sobre sublocação de som faz parte da política

22 de setembro, 2017

Continuam pagamentos ilegais na Educação Municipal de Avaré

22 de setembro, 2017

Rejeitada mais uma denúncia sobre pintura de postes

22 de setembro, 2017

Aumento do Vale Alimentação será analisado pela Câmara

Ir para o topo